Terça-feira, 25 de Junho de 2019
MEDIDA

Tropical Hotel disponibiliza boate para aluguel e procura investidores

Com as atividades suspensas há quase um mês, o estabelecimento disponibilizou a boate para aluguel. O Tropical tenta pagar uma dívida de R$ 8 milhões com a Amazonas Energia



agora_boate_2_CC1AC1A2-B2A8-409F-BDF0-40711DE3AA52.JPG Foto: Arquivo AC
12/06/2019 às 14:13

O Tropical Hotel, que suspendeu as atividades por tempo indeterminado após a Amazonas Energia cortar o fornecimento do local, está disponibilizando a boate do estabelecimento para aluguel. O espaço que está funcionando com gerador, localizado no bairro Ponta Negra, na Zona Oeste, já foi referência da música eletrônica na noite manauara e recebeu eventos de grande porte.

A suspensão das atividades do hotel está prestes a completar um mês. A diretoria do estabelecimento procura por investidores para pagar a dívida de R$ 8 milhões com a Amazonas Energia. Por conta da paralisação, 80% dos profissionais da empresa foram dispensados.

O assessor de imprensa do Tropical, Paulo Roberto, afirmou na manhã desta quarta-feira (12), que o estabelecimento continua nas mesmas perspectivas: negociar com a Amazonas Energia a dívida ou encontrar investidores para que o pagamento seja auxiliado. 

“Permanecemos com as atividades suspensas, mas liberamos a boate para aluguel. Estamos 24 horas por dia em contato com a Amazonas Energia, mas a dívida é de R$ 8 milhões. O Governo do Estado não pode auxiliar, porque somos uma empresa privada. No entanto, se mostrou totalmente disponível para nos auxiliar a encontrar uma solução”, disse.

Mesmo com mais de 15 dias com as atividades suspensas, o assessor de imprensa do estabelecimento se mostrou otimista com a recuperação do hotel. "Existe esperança, sim, porque o nosso gerente está em contato com várias empresas e elas estão dispostas a participar da recuperação do hotel. Até agora não conseguimos levar este montante, mas existem ideias e projetos colocados em pauta. A negociação não é fácil", disse Paulo, acrescentando que os interessados em investir no hotel podem entrar em contato com a assessoria jurídica do estabelecimento.

Setor de hotelaria

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Amazonas (ABIH-AM), Roberto Bulbo, afirmou que está acompanhando "por fora" o desdobramento da situação do Tropical Hotel e está torcendo para que tudo se resolva.

"Estamos torcendo para que eles encontrem uma solução, porque não estão fechados, mas sim ‘hibernando’, como a gente fala. Continuamos acompanhando por fora, nessa expectativa, porque o Tropical é um único hotel cinco estrelas de Manaus”, lamentou.

Questionado se outros hotéis da capital estão passando por situações parecidas como a Tropical, com dívidas milionárias, o presidente destacou que o assunto é confidencial. "De 2014 para cá, depois da Copa, fecharam mais de 60 hotéis no Brasil. O país todo está passando por essa situação no mercado hoteleiro. É preocupante a suspensão de atividades no Tropical", completou.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News amanda00 fbdf33e9 57d8 4f3d 9b50 fe9771f08596
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.