Publicidade
Manaus
JUSTIÇA

TRT determina que rodoviários mantenham 70% da frota em caso de greve nesta sexta

Presidente do sindicato da categoria promete parar circulação dos ônibus a partir das 15h se não entrar em acordo com as empresas sobre o pagamento de salários atrasados. Uma reunião está marcada para a manhã 19/07/2018 às 16:23 - Atualizado em 19/07/2018 às 16:25
Show givancir oliveira
Foto: Arquivo/AC
acritica.com Manaus (AM)

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11) determinou que o Sindicato dos Rodoviários mantenha, no mínimo, 70% da frota do transporte coletivo para esta sexta-feira (20) caso realize greve. Uma reunião está prevista para amanhã no Ministério Público do Trabalho (MPT). A pena de pagamento de multa é de R$ 50 mil por hora de paralisação, informou o TRT.

De acordo com a medida assinada pela desembargadora Eleonora Saunier, a decisão defere parcialmente liminar requerida pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) e tem força de mandado judicial.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir Oliveira, informou que uma reunião está marcada para 9h desta sexta-feira no MPT. Entre as reivindicações, os trabalhadores cobram o pagamento de salários atrasados, que até o dia 17 de julho não haviam sido repassados. “Caso não haja um acordo, às 15h vamos parar os ônibus”, disse Givancir.

Publicidade
Publicidade