Publicidade
Manaus
CAPACITAÇÃO

UEA e Fundação Hospital Adriano Jorge firmam parceria para capacitar profissionais

O intercâmbio entre as instituições começou em 2003 e já contribuiu para a formação de mais de seis mil estudantes da universidade 01/04/2016 às 11:10 - Atualizado em 01/04/2016 às 12:07
Show  ndice
Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) assinaram um termo de cooperação técnica (Valdo Leão/Secom)
ACRITICA.COM MANAUS

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) assinaram um termo de cooperação técnica que vai garantir aos estudantes de saúde da rede pública estadual o convívio prático com a rotina diária dos hospitais. A parceria envolve a realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão, aulas práticas e estágio curricular obrigatório para os alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem e Odontologia da UEA. 

O intercâmbio entre as instituições começou em 2003 e já contribuiu para a formação de mais de seis mil estudantes da universidade. Com a assinatura do termo, outros benefícios serão acrescentados aos alunos. “Milhares de profissionais, muitos já atuando na rede de saúde, passaram por um período aqui no Adriano Jorge, o que garante que esses profissionais, ainda na vida acadêmica, tenham contato com a realidade da profissão”, afirmou o reitor da UEA, Cleinaldo Costa. 

Entre outros benefícios provenientes da parceria, a UEA irá disponibilizar kits de roupas reutilizáveis, aventais cirúrgicos, máscaras e luvas descartáveis em grande quantidade para as atividades realizadas pelos alunos.

Os alunos de mestrado e doutorado de outras instituições, que atuam no Adriano Jorge, também serão beneficiados pelo termo de cooperação técnica. A eles será dada a oportunidade de acesso ao acervo da biblioteca da UEA, bem como, aos dados das bibliotecas virtuais, além de alimentação no Restaurante Universitário (RU) da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA).

“Os nossos ganhos são imprescindíveis. Além de garantirmos que nossos futuros profissionais sejam capacitados da melhor maneira possível, a UEA ainda vai contribuir com insumos necessários para que eles desenvolvam suas atividades médicas aqui no hospital”, explicou o diretor presidente da FHAJ, Alexandre Bichara Cunha.

Estudantes

Entre 2003 e 2015, mais de seis mil alunos foram beneficiados pela parceria entre as instituições. Em média, 29 estudantes fazem residência médica na fundação todos os anos, seja em Medicina, Enfermagem ou Odontologia.

 Estagiária de clínica cirúrgica, Bruna Portela, 22, está na metade do curso de medicina e conhece bem os benefícios de ter convívio com a rotina do hospital. “Aqui eu estou aprendendo a por em prática toda a teoria que eu aprendo na sala de aula. Isso, com certeza, me tornará uma profissional mais competente”.

Publicidade
Publicidade