Publicidade
Manaus
Sujeira

Bairros de Manaus amanhecem com muito lixo nesta segunda-feira

Para dar conta da limpeza na cidade, a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semuls) reforçou a equipe com mais 100 trabalhadores. Ao todo, 300 atuaram na limpeza 04/10/2016 às 08:09
Show 2
Por volta das 10h grande parte do Complexo Turístico da Ponta Negra estava limpo. Mas o trabalho foi maior para os garis, que notaram a quantidade anormal de lixo. (Fotos: Euzivaldo Queiroz)
Luana Carvalho Manaus (AM)

Com o público recorde na praia da Ponta Negra no último domingo (2), dia de eleições, a quantidade de lixo deixado pelos banhistas também foi grande. Na manhã desta segunda-feira (3) o local amanheceu sujo, com muitos copos e garrafas de plástico. Para dar conta da limpeza na cidade, a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) reforçou a equipe com mais 100 trabalhadores, porém, até o início da tarde, algumas zonas eleitorais ainda estavam com muitos santinhos pelo chão. 

Por volta das 10h grande parte do Complexo Turístico da Ponta Negra estava limpo. Mas o trabalho foi maior para os garis, que notaram a quantidade anormal de lixo. No domingo pelo menos 15 mil pessoas lotaram a praia, quando normalmente este número chega a no máximo 5 mil aos domingos. A lotação foi resultado da gratuidade dos ônibus. 

O lixo foi deixado tanto no calçadão quanto nas areias da praia. “Costumo caminhar aqui cedo todos os dias. Hoje foi impossível pois tinha muito lixo. A população precisa ser mais educada e aprender a jogar ao menos o lixo nas lixeiras”, comentou Juliana Porto, 27, moradora da área. 

Limpeza

Ao todo, cerca de 350 garis trabalharam em todas as zonas da cidade. Mas o número ainda foi insuficiente para tantos santinhos jogados nas ruas. A fachada da Escola Estadual Professor José Bernardino Lindoso, maior zona eleitoral de Manaus, ainda estava repleta de santinhos jogados no chão na manhã de ontem. 

O material despejado pelos cabos eleitorais invadiu as sarjetas da Avenida Coronel Savio Belota, no Mutirão, Zona Norte de Manaus. “Eu mesmo varri e juntei maior parte dos santinhos que jogaram aqui. Ontem a rua estava branca de santinhos, é um absurdo o que o povo mal educado faz”, reclamou o borracheiro Carlos Sandro Nunes, 51, que trabalha bem ao lado da escola. 

Em frente a Escola Municipal Carolina Perolina Raimunda, no bairro São José 1, Zona Leste, a sujeira também tomou conta das calçadas. “Esses políticos deveriam ser multados por sujarem a cidade. São os primeiros a darem mal exemplo, colocando os cabos eleitorais para jogarem santinhos na frente das escolas”, reclamou a autônoma Francisca Pereira, 41. 

‘Menos lixo’
 

O secretário da Semulsp, Paulo Farias, informou que neste ano o quantitativo de lixo jogado nas ruas durante as eleições foi menor que o último pleito, em 2014. “As equipes ficaram durante todo o dia fazendo a limpeza em todas as zonas. Notamos que a sujeira diminuiu bastante em relação às últimas eleições”, frisou. 
Segundo ele, a pasta não contabilizou o peso do lixo, pois o material foi removido junto com a coleta domiciliar. “Não teve pesagem separada, mas o importante é que botamos tudo em ordem”.  

Nas escolas

Ao todo, 231 escolas da rede municipal que foram cedidas ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).  Dessas, 180 voltaram às aulas na manhã de ontem e 46  durante a tarde. Outras cinco retornarão na manhã de hoje. De acordo com direção de gestão escolar da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), todas as escolas que foram cedidas para as eleições voltaram com as aulas normalmente na manhã de ontem. Na capital, foram 170 unidades de ensino da rede estadual. As aulas foram suspensas na quinta-feira para que o TRE preparasse as escolas para o dia de votação. 
 

Publicidade
Publicidade