Publicidade
Manaus
TRABALHO

Uma em cada 66 pessoas desocupadas no Amazonas obteve emprego no Sine em 2018

As inserções no mercado feitas no Amazonas correspondem a apenas 1,04% do total de empregos gerados pelo Sine em todo o Brasil nos oito primeiros meses deste ano 03/10/2018 às 07:45
Show carteira de trabalho de7c952f 53cb 4a6b 9c44 00731ce76dd3
Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas
Vitor Gavirati Manaus (AM)

Uma em cada 66 pessoas desocupadas no Amazonas conseguiu arranjar emprego nos postos do Sistema Nacional de Empregos (Sine) que funcionam no Estado em 2018. A média é calculada com base no número de colocações no mercado feitas pelo Sine este ano e os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre desemprego referentes ao 2º trimestre.

Entre janeiro e agosto de 2018, os postos do Sine no Amazonas empregaram 3.858 pessoas, de acordo com dados divulgados na última semana pelo Ministério do Trabalho. No segundo trimestre do ano, 256 mil pessoas estavam desocupadas no Estado. Por desocupadas, o IBGE entende a pessoa sem trabalho que tomou alguma providência efetiva para conseguir um cargo no período de 30 dias e que estava disponível para trabalhar na semana da pesquisa.

Durante os oito primeiros meses deste ano, em todo o Brasil, 370.356 pessoas conseguiram emprego por meio do Sine. As colocações no mercado de trabalho feitas no Amazonas correspondem a apenas 1,04% do total.

Os números nacionais do Sine divulgados na última semana foram comemorados pelo Ministério do Trabalho. Em oito meses, o serviço superou a quantidade de empregos gerados em 2017, que foi 369.508. Com quatro meses a serem considerados no balanço do ano, no Amazonas o Sine ocupou 87,8% do número de postos de trabalhos que conseguiu preencher no ano passado. Em 2017, no Estado 4.390 cidadãos conseguiram trabalho pelo sistema.

Rondônia aumentou em mais de 50% o número de empregos gerados no Sine

Rondônia foi o único estado da região Norte que conseguiu acompanhar o resultado nacional do Sine e superou o número de empregos gerados em 2017 durante os oito primeiros meses deste ano. São 1.465 inserções no mercado em 2018 contra 965 em todo o ano passado, o que corresponde a um aumento de 51,8% nas colocações.

O Pará é o estado do Norte onde o Sine teve melhor desempenho em 2017 e nos meses de 2018 analisados pelo Ministério do Trabalho. O Sine gerou 4.294 empregos para os paraenses de janeiro a agosto deste ano. O número coloca o Pará como 15º estado em que o Sine mais realizou inserções no mercado de trabalho. O Amazonas aparece uma posição atrás. O ranking é liderado pelo Paraná, com 77.286 admissões, e o Amapá é o último com 170 inserções em 2018.

Perfil do empregado pelo Sine

O Ministério do Trabalho não divulgou dados específicos sobre o Amazonas, mas apontou que no País as funções com mais colocações até agosto de 2018 foram de alimentador de linha de produção (47.368), faxineiro (18.339), servente de obras (13.748), operador de telemarketing ativo e receptivo (11.513) e operador de caixa (11.021).

A maioria dos trabalhadores que conseguiram emprego tem entre 30 e 39 anos, com um total de 112.186 empregados. Já entre os jovens de 18 a 24 anos, o número de inserções aumentou de 89.482 em 2017 para 101.016 neste ano. A terceira faixa etária com mais colocações está entre 25 e 29 anos, com 66.268 trabalhadores neste ano.

Postos do Sine em Manaus

Em Manaus, postos do Sine funcionam nas unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) espalhados em diversos bairros; na avenida Joaquim Nabuco, 878, no Centro; no prédio da Ouvidoria do Município, localizado na rua Afonso Pena, 38, bairro Praça 14 de Janeiro (Zona Sul); e no Shopping T4, na avenida Camapuã, 2.985, bairro Jorge Teixeira (Zona Leste).

Publicidade
Publicidade