Publicidade
Manaus
ESCOLA DE SAMBA

Unidos do Alvorada apresenta primeiro Rei de Bateria do Carnaval de Manaus

O item de Victor Andrade, 16, não conta pontos na avaliação das agremiações na disputa momesca. Em 2008, a Acadêmicos do Tatuapé, escola do Carnaval de São Paulo, foi a primeira a instituir o "cargo" que acompanha a Bateria durante o desfile, junto com a tradicional figura feminina da Rainha 16/09/2018 às 16:05 - Atualizado em 16/09/2018 às 23:22
Show rei de bateria 78d91b74 5e63 44bf 8506 00219c6813ed
Foto: Fabrício Gomes/ Divulgação
Vitor Gavirati Manaus (AM)

A pouco menos de seis meses para o Carnaval, a Unidos do Alvorada dá mostras do que vai trazer para a Avenida em 2019. Prometendo inovação, a Azul e Branco da Centro-Oeste apresentou à comunidade, nesse sábado (15), o primeiro Rei de Bateria das escolas de samba de Manaus. O estudante Victor Andrade, 16, é quem vai ocupar o posto.

O item de Victor não conta pontos na avaliação das agremiações na disputa momesca. Em 2008, a Acadêmicos do Tatuapé, escola do Carnaval de São Paulo, foi a primeira a instituir o "cargo" que acompanha a Bateria durante o desfile, junto com a tradicional figura feminina da Rainha. Daniel Manzioni, o primeiro Rei de Bateria do Carnaval, serve de inspiração para o jovem amazonense que estreia o posto na Avenida do Samba manauara em 2019.

"Para mim, ser Rei de Bateria tem um significado muito importante, pois vem de um sonho de criança, quando eu acompanhava o carnaval pela TV, e me deparei com o primeiro Rei de Bateria do Brasil. Foi desde lá que me inspirei e falei que um dia seria igual a ele. Hoje esse sonho de criança se realiza e me torno o primeiro rei de Bateria do Carnaval de Manaus", contou Victor, durante a coroação oficial sem esconder a emoção.

"Estou muito feliz. É uma coisa que amo e que não consigo explicar", afirmou.

O presidente da Unidos do Alvorada Joacy Castelo, o Jacaré, comentou a ousadia da escola em ter no próximo Carnaval um Rei de Bateria. "Nós estamos dando oportunidade e oportunidades também estão surgindo. Eu quero que a comunidade entenda que isso é Alvorada", declarou.

Ideia partiu do Rei

Victor é morador do bairro Alvorada e este ano desfilou na Ala Show da Azul e Branco, que ficou com a 3° colocação do Grupo Especial do Carnaval de Manaus.

Após desfilar pela primeira vez, Victor revelou o sonho de ser Rei de Bateria à diretoria da escola, que aceitou a ideia e o acolheu.

Enredo para 2019 vai abordar o baralho

"All-in - Copag pra ver. Na avenida do Samba a Alvorada dá as cartas" será o enredo da Unidos para o Carnaval de 2019. Na noite desse sábado, além de coroar Victor, a comunidade alvoradense conheceu os quatro sambas que concorrem para embalar a Azul e Branco na busca por seu segundo título.

A definição acontece na noite da próxima sexta-feira (21), na Quadra da escola, localizada na rua São Bernardo, esquina com o Prosamim do Alvorada.

No próximo ano, a escola que foi campeã em 2014, quando contou a trajetória do lutador amazonense do UFC José Aldo, vai falar sobre o baralho e a história da centenária fabricante de cartas Copag. A empresa paulista inaugurou uma unidade em Manaus no ano de 1987.

Publicidade
Publicidade