Publicidade
Manaus
Manaus

Usina em Manaus será a primeira do Norte a operar a gás e vapor

Segundo a Eletrobras Amazonas Energia, o empreendimento gira em torno de 1,1 bilhão e, após estar concluído em 2015, levará energia para mais de um milhão de pessoas 13/08/2013 às 16:58
Show 1
Com a chegada do primeiro gerador e turbina, 400 mil pessoas serão beneficiadas com energia proveniente do gás natural de Urucu
OSWALDO NETO Manaus (AM)

A Usina Termelétrica Mauá 3, que está tendo sua instalação construída no bairro Mauazinho, Zona Sul de Manaus, será a primeira da Região Norte a produzir energia por processo de ciclo combinado, ou seja, a gás natural e vapor. O empreendimento gira em torno de R$ 1,1 bilhão e terá a capacidade instalada de 583 MW, proporcionando a distribuição de energia para mais de um milhão de pessoas.

Na manhã desta segunda-feira (12), os primeiros geradores e turbinas necessários para o início da montagem foram desembarcados no Porto da Ceasa, localizado na rodovia BR-319, Zona Sul da cidade. O gerador, com potência de 187,5 MW, pesa 238 toneladas e a turbina, 200 toneladas. Segundo o gerente do projeto Rafael Mesquita, da Andrade Gutierrez, os equipamentos ficarão armazenados em uma área de almoxarifado até que a base de sustentação esteja concluída.

O ciclo simples, que é a produção de energia através do gás natural oriundo da plataforma de Urucu, no município de Coari, tem previsão para ter início em julho de 2014. Segundo a Eletrobras Amazonas Energia, também está prevista a chegada de mais dois geradores pro segundo semestre do ano que vem. Assim, terá início o processo de produção em ciclo fechado no primeiro semestre de 2015, consistindo na fabricação de energia através de vapor.

Segundo o diretor de transmissão e operação da Eletrobras Amazonas Energia Tarcísio Rosa, a construção da usina trará vários benefícios ao povo de Manaus. “A construção da usina representa mais confiabilidade e estabilidade pro sistema de Manaus”, comenta. Ainda segundo Tarcísio, o processo produtivo a partir do gás natural terá um impacto ao meio ambiente muito menor e a economia em relação à energia produzida a óleo será de 50%.

Publicidade
Publicidade