Publicidade
Manaus
Manaus

Usuários de drogas terão centros de internação públicos em Manaus

O programa do Governo Federal “Programa Crack é possível vencer” pretende ajudar os usuários de drogas com abrigos e tratamentos gratuitos 20/06/2013 às 10:29
Show 1
Em Manaus, os poucos centros de tratamento existentes como a Fazenda Esperança fazem convênios com o Estado
acritica.com ---

O Estado do Amazonas será contemplado com o programa do Governo Federal “Programa Crack é possível vencer”. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (19), durante os debates sobre as políticas de prevenção às drogas, pela presidente do Conselho Estadual de Políticas sobre drogas da Secretária de Estado de Justiça do Amazonas, Darcy Izel.

Serão implantados centros nos quais os usuários de drogas passarão por tratamento, podendo permanecer de 24 horas a até 35 dias internado. De acordo com Darcy, os abrigos vão servir para o Amazonas formar a rede de acolhimento imediato e os consultórios de rua vão fazer a sensibilização dos usuários que estão morando nas ruas. Para começar a funcionar já estão sendo alugados os locais onde o projeto irá funcionar. A equipe está aguardando a Superintendência de Políticas Públicas do Ministério da Justiça para realizar treinamento. 

ASSISTÊNCIA

A Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas) atendeu, no ano passado, 1,4 mil dependentes químicos. Esse número não reflete nem a metade dos usuários de drogas de Manaus. Segundo Darcy Izel, quando alguém inicia o uso de drogas existe uma chance de 8% a 10% de se tornar dependente. Portanto, o trabalho de prevenção deve iniciar desde cedo.  Um levantamento feito pela Seas constatou que as drogas mais utilizadas em Manaus ainda são a maconha, cocaína e pasta base. Para Darcy Izel, o Brasil ainda tem uma dificuldade muito grande em tratar os usuários de drogas, pois isso exige do poder público, além de tratamento com remédios, mudanças social como educação de qualidade e emprego. Manaus não dispõe de centros públicos para tratamento de usuários de drogas.

O diretor do Departamento de Proteção Social, Ítalo Nonato, em Manaus existem seis clínicas conveniadas com o Governo do Estado que fazem o serviço de internação ambulatorial, entre elas a Fazenda da Esperança, que abriga jovens dependentes químicos. A Fazenda realiza trabalho em diversos campos sociais, mas o principal é direcionado aos que desejam se ver livre das drogas.

Publicidade
Publicidade