Publicidade
Manaus
Manaus

Vacinação contra raiva tem início nesta terça (15) em Manaus

Centro de Controle de Zoonoses pretende vacinar mais de 218 mil cães e gatos contra a raiva animal em toda a zona urbana 15/09/2015 às 12:23
Show 1
Vacinadores passarão nas casas e aplicarão o medicamento, que é gratuito
Acritica.com ---

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) começa, hoje, a 36ª Campanha Anual de Vacinação Antirrábica na área urbana de Manaus. A meta é a imunização de 218.157 animais até o dia 23 de outubro. A abertura da campanha acontecerá, às 9h30, na sede do Distrito de Saúde (Disa) Leste, na rua das Rosas, s/n°, Jorge Teixeira.

A estratégia da campanha consiste na visita às residências por duplas formadas por um vacinador e um registrador. “As equipes de vacinadores irão visitar cada residência para a aplicação da vacina. Para ser vacinado, o animal deve ter mais de três meses de vida e estar em boas condições de saúde.

Para a etapa urbana da campanha foram contratados 141 vacinadores/registradores, por meio de processo seletivo e que passaram por capacitação de três dias. A equipe estará uniformizada e identificada para prestar o serviço nos domicílios. As ações de imunização nas áreas rurais (terrestre e fluvial) foram realizadas entre abril e agosto deste ano, totalizando 9.742 cães e gatos vacinados.

O diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Adailton Pereira, explicou que os animais não precisam ter cartão de vacinação, pois será emitido um certificado de vacinação no momento da aplicação da dose. “Caso o domicílio visitado esteja fechado, os responsáveis podem procurar pelo Distrito de Saúde daquela zona para imunizar o animal”. Ele ressaltou que a vacina é gratuita. “Em casos de cobrança da vacina, a população deve denunciar. Pode ligar direto para o CCZ no 3625-2655”, afirmou.

Durante a campanha, quatros postos fixos de vacinação funcionarão de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h, com a oferta da vacina antirrábica.

A Doença

A raiva é uma doença grave causada por vírus do gênero Lyssavirus que ataca o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal e nervos) dos mamíferos. O vírus é temporariamente eliminado principalmente pela saliva do animal doente e, geralmente, é transmitido quando o animal infectado morde, arranha profundamente ou lambe a pele lesionada de outro animal ou pessoa.

Postos fixos

Os postos serão na sede do Disa Norte (rua 17, 170, Núcleo 03, Cidade Nova); Disa Sul (rua Nicolau da Silva, 54, São Francisco), Disa Leste (rua das Rosas, s/n°, Jorge Teixeira) e Disa Oeste (Sede do CCZ – Av. Brasil, 2971, Compensa).

Publicidade
Publicidade