Domingo, 16 de Maio de 2021
ESTOQUE

Vacinas de primeira dose contra a Covid-19 em Manaus já estão perto do fim

Manaus já utilizou 94,5% de todas as primeiras doses e aguarda novas remessas esta semana; diretora de imunização diz que acelerar processo depende do envio de mais vacinas



51121412651_484730f8dc_c_D5E44C86-2D6B-42CE-B445-4C2726E95D94.jpg Fotos: João Viana / Semcom
19/04/2021 às 18:31

Três meses após o início do processo de imunização contra a Covid-19 na capital amazonense, as vacinas de primeira dose destinadas a Manaus já estão perto do fim. De acordo com os dados do Vacinômetro da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), a capital já utilizou 94,5% das vacinas relativas a primeira dose.

Para esta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus estima vacinar cerca de 66 mil pessoas, sendo 29,5  mil delas de primeira dose, utilizando a Coronavac, incluindo pessoas de 54 a 35 anos com comorbidades. A chefe da Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus, enfermeira Isabel Hernandes, afirma que o estoque atual tem capacidade para atender até 20% a mais - contando com pessoas que não estão agendadas e vão procurar a vacina por estarem no público-alvo.

"Como nós temos o Imuniza, onde as pessoas se cadastram, fica mais fácil fazer essa programação. Mas ainda assim é muito complicado, precisamos fazer um bom planejamento para não faltar", afirmou Isabel, ressaltando que as reuniões de avaliação para melhor aproveitamento das vacinas disponíveis são diárias para que se façam os devidos remanejamentos do estoque disponível.

De acordo com ela, com esses remanejamentos foi possível iniciar a vacinação das pessoas com comorbidades na cidade, uma vez que o Governo Federal ainda não enviou vacinas específicas para este público. Um planejamento mais efetivo do Governo Federal em relação à vacinação é visto como fundamental para que este processo seja acelerado.

"Em 21 anos trabalhando exclusivamente com o PNI - Programa Nacional de Imunizações - eu nunca vi uma situação como essa. O Ministério não se planejou, não precisávamos estar passando por isso", afirmou a enfermeira, ressaltando que se os primeiros acordos oferecidos ao Governo Federal tivessem sido firmados, a situação hoje seria bem diferente. "Com mais vacinas poderíamos vacinar por idade e assim é muito mais rápido", afirmou.

A Semsa Manaus espera receber ainda esta semana um novo lote de vacinas para programar a próxima fase de imunização em primeira dose e também espera cerca de 70 mil doses da vacina de segunda dose da Astrazeneca, que foi utilizada em idosos, para a conclusão desta etapa de vacinação. "A vacinação em Manaus vai acelerar na medida que novas doses forem chegando".

Para concluir a vacinação dos grupos prioritários em Manaus restam pouco mais de 200 mil pessoas e sem um cronograma definido de envio de lotes por parte do Governo Federal, não há uma previsão de quanto este processo será concluído. Em três meses, foram vacinadas 294 mil pessoas em primeira dose, enquanto pouco mais de 100 mil já receberam as duas doses do imunizante. No total, segundo o Vacinômetro da FVS-AM, Manaus já recebeu 500.012 doses e tem mais 100 mil a serem entregues para a capital. Destas, 395 mil já foram aplicadas, incluindo primeira e segunda doses. As não utilizadas incluem reservas técnicas e o estoque para a garantia da segunda dose daqueles que tomaram a primeira recentemente. 

 



News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.