Sábado, 15 de Maio de 2021
SOLIDARIEDADE

'Vakinha' busca doação para criança com plagiocefalia

Pequeno Jonas Júnior, de 1 ano e 10 meses necessita de uma cirurgia urgente de correção dos ossos do crânio.



130901755_10224715952390719_7337927929940166004_o_B9C6954E-2B6E-41F8-AB97-C50F3082EB49.jpg Foto: Divulgação
09/12/2020 às 18:28

O pequeno Jonas Júnior, de 1 ano e 10 meses necessita de uma cirurgia urgente de correção dos ossos do crânio. O tempo máximo para fazer a intervenção é até os dois anos de idade da criança. Mas sem condições de arcar com os custos do procedimento, a família corre contra o tempo para conseguir o valor de R$ 30 mil através de uma ‘vakinha online’. Jonas completa 2 anos no próximo dia 29 de janeiro. Clique aqui para acessar a vaquinha.

Conforme a mãe da criança, a dona de casa Cimara Rebelo do Nascimento, com apenas nove meses de vida, Jonas foi diagnosticado com plagiocefalia anterior, uma doença caracterizada pelo fechamento precoce da moleira do bebê, que interfere no desenvolvimento do cérebro. Se não corrigido, a doença causa assimetria permanente na cabeça, além de complicações como a hipertensão intracraniana, capaz de desencadear um retardo mental leve, déficit cognitivo e até a perda da visão.

“Ele nasceu com o crânio do lado direito fundo, e até os 3 meses de idade ele não abria os olhinhos, então começamos a fazer acompanhamento com ele. Quando ele tinha 9 meses, ele realizou uma tomografia 3D que descobriu que ele tem plagiocefalia anterior, e então precisava fazer uma cirurgia de craniossinostose, para poder reverter, pois sem essa cirurgia o cérebro fica sem espaço para desenvolver”, explicou a mãe de Jonas.

Cimara conta que tentou realizar o tratamento do filho pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A cirurgia chegou a ser marcada para o dia 9 de agosto deste ano, mas devido à pandemia do coronavírus não foi possível realizar o procedimento, e não há previsão para uma nova data. Diante disso, os pais de Jonas contrataram ainda um plano de saúde para ele, porém, depois de seis meses foram informados que havia um tempo de carência de dois anos e que a cirurgia só poderia ser feita em 2022.

Com as duas tentativas frustradas de realizar a cirurgia, o pequeno Jonas agora tem menos de dois meses para realizar o procedimento e conta com a solidariedade de todos para conseguir o valor. “Olá, titios e titias. Peço que vocês me ajudem com urgência, pois em janeiro eu completo 2 aninhos, o período máximo para minha cirurgia ser realizada. Só assim poderei ter alguma melhora na minha assimetria facial”, diz trecho da ‘vakinha online’, que pode ser acessada pelo link




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.