Domingo, 19 de Maio de 2019
Manaus

'Vamos trocar pessoas. É uma decisão nossa', afirma Josué Neto em entrevista

Sob as bênçãos do governador Omar Aziz, deputado Josué Neto toma posse na presidência da ALE-AM , no dia 1º de fevereiro, pregando o entendimento



1.jpg
Josué Neto assumirá a presidência da ALE-AM no dia 1º de fevereiro de 2013
17/01/2013 às 08:19

Já está fechada a lista dos funcionários em cargo de confiança de direção que deverão sair da Assembleia?

Nós estamos conversando. Conversamos muito com o presidente (da ALE-AM) e com alguns diretores. Alguns permanecerão e outros não permanecerão no cargo de chefia, mas continuarão sendo pessoas que estarão dentro da Assembleia contribuindo para a nova administração.

A informação de que houve um acordo entre o senhor e o deputado Ricardo Nicolau para manter a equipe de comissionados dele em cargos de chefia e direção procede?

Não. Não houve um acordo. O que a gente chegou a conversar sobre isso é que alguns setores estão muito bem. Outros setores estão bem. E onde faremos algumas mudanças, não quer dizer que essas pessoas não estejam indo bem. É uma decisão do novo presidente de trocar algumas pessoas.

Os cargos de procurador e diretor-geral continuam com os atuais gestores?

Continuam. Os dois cargos maiores que nós temos continuarão com os dois “vanderes”: Wander Mota (diretor-geral) e Vander Goes (procurador-geral). Eles permanecerão exercendo as funções deles.

O senhor está ciente dos cronogramas das obras que estão sendo feitas na ALE-AM. O que será inaugurado ainda este mês?

O presidente Ricardo Nicolau vai entregar três obras no dia 31 de janeiro, portanto, no último dia da administração dele. Serão o edifício garagem, a sala Vip do auditório e a clínica médica, que é uma obra muito importante para a Assembleia e para a valorização dos servidores. As outras duas obras estão licitadas, uma é a passarela na avenida Recife, e, a outra, a creche que deverá ser inauguração em final de abril.

O deputado Ricardo Nicolau deixa a presidência com a fama de “construtor”. O senhor já tem uma linha de como pretende guiar a sua gestão?

O cargo de presidente da Assembleia Legislativa é de executivo apesar de sermos parlamentares. É um cargo com orçamento e daí são detectadas as necessidades e nós procuramos sempre atender essas necessidades. O deputado Ricardo Nicolau tem um orçamento e graças a programação financeira e ao discernimento dele conseguiu manter as finanças da Assembleia em condições saudáveis. As obras o tempo dirá o quanto são necessárias e eu acredito que são necessárias.

Na sua presidência o senhor pretende divulgar a lista nominal de salários dos servidores da Assembleia?

Os deputados já tem os salários divulgados, todos têm acesso. Eu acho que o mais importante é nós divulgarmos os setores e as funções.

O senhor está encontrando dificuldades para definir os presidente das Comissões, visto a disputa dos deputados David Almeida (PSD) e Sinésio Campos (PT), pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJR)?

Isso é natural, até porque a CCJR é a comissão mais importante da Assembleia. O deputado Sinésio é líder do governo e o deputado David será convidado a ser líder ou vice-líder do PSD e  aí não terá dificuldades. Vamos fazer os acordos e sempre chegam ao entendimento que os colegas se sentem prestigiados.

Ficará com o senhor a apresentação da Constituição revisada?

Fica.

Já tem uma data determinada para apresentar o trabalho?

Não. Nós ainda vamos retomar. Principalmente porque eu já estou fazendo algumas visitas a instituições, como a Polícia Civil, o secretário de Segurança e ao presidente do Tribunal de Contas. São pessoas que querem contribuir e a nossa revisão receberá sugestões dos vários segmentos da sociedade.

Então, esse processo não se concluirá nesse primeiro semestre?

Creio que não.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.