Publicidade
Manaus
Manaus

Vanessa Grazziotin cogitada para substituir ministro dos Esportes

Senadora cogitada para substituir ministro dos Esportes disse que está focada no mandato e que PCdoB tem outros quadros 17/10/2013 às 09:24
Show 1
Senadora Vanessa Grazziotin defende que o Ministério dos Esportes continue sendo dirigido por um quadro do PCdoB
ANTÔNIO PAULO ---

Causou rebuliço no Senado a notícia publicada nessa terça-feira (15) no jornal “O Globo” de que a presidente Dilma Rousseff quer uma mulher para ficar no lugar do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que vai se candidatar no ano que vem. E o nome de preferência da presidente é a da senadora Vanessa Grazziotin (AM), mas o presidente do PCdoB, Renato Rabelo, reluta em aceitar o nome. Não se sabe se para que Vanessa permaneça no Senado ou se tem preferência por outro quadro do partido.

A informação chegou a ser alvo de discurso no Parlamento. Em audiência na Comissão de Infraestrutura, para discutir os rumos da BR-319, o senador Jorge Viana (PT-AC) chegou a se referir à Vanessa como “ministra da bola”.

Questionada, a senadora diz que essas notas e notícias de jornal são como eleições, tudo especulação. No entanto, ela não foge do debate. “Pessoalmente, não tenho interesse no cargo, pois, estou focada no meu mandato no Senado. Preparei-me para isso, fui eleita pelo povo do Amazonas para exercê-lo da melhor forma possível e é essa atuação que quero ter”, disse a parlamentar.

Na opinião da parlamentar, há muitos quadros importantes dentro do PCdoB que podem assumir a vaga de Aldo Rebelo. Ela disse até ser contra esse mecanismo de participação somente de deputados e senadores, os que têm cargo político.

Mesmo se esquivando de falar em assumir o Ministério do Esporte, Vanessa Grazziotin defende a manutenção da pasta na quota do PCdoB. “O Ministério não pertence a nenhum partido; quem determina quem vai ocupar o quê é a presidente da República, mas não há dúvidas que os ministros do nosso partido que estão lá desde 2003, no primeiro governo do presidente Lula, conquistaram muitos avanços na área de esporte que teve significativas melhoras”, disse.

Para exaltar essa participação do PCdoB no Ministério do Esporte, a senadora cita eventos internacionais como os Jogos Militares, o Panamericano, Copa das Confederações, Copa do Mundo e as Olimpíadas. Já passaram pelo Ministério do Esporte o ex-comunista Agnelo Queiroz, hoje governador do Distrito Federal, pelo PT; o ex-deputado federal Orlando Silva, que deixou o cargo debaixo de denúncias de corrupção na pasta, e Aldo Rebelo que está no comando desde 11 de outubro de 2011.

 

Publicidade
Publicidade