Publicidade
Manaus
Manaus

Veículos apreendidos padecem na calçada e em via pública em frente ao 10º DIP

Alguns carros foram tirados de circulação pela delegacia em dezembro do ano passado e estão atrapalhando o trânsito no local. Manaustrans deve reforçar a fiscallização na área e promete melhorias no tráfego da região   21/09/2014 às 21:33
Show 1
Pelo menos seis veículos estacionados em frente à delegacia estão com auto de exibição e apreensão. Alguns em frente ao DIP e outros deixados na rua
Jessica Vasconcelos Manaus (AM)

Os veículos estacionados na avenida Desembargador João Machado, no Alvorada, Zona Centro-Oeste, no trecho em frente ao 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP) têm atrapalhado o trânsito do local, principalmente durante o inicio da manhã e final da tarde.  O que foi possível constatar durante a manhã de ontem é que pelo menos seis veículos estacionados na via foram apreendidos pela delegacia e estão com documentos de auto de exibição e apreensão.

Com datas de apreensão que variam de dezembro de 2013 e setembro de 2014 os veículos, além de atrapalharem o trânsito, acumulam lixo e água. Um dos carros estacionados é um Corsa de placas JXN-5020 que está com os pneus tomados por mato e lixo.

Segundo o motorista Fernando Albuquerque, morador do bairro Alvorada, todos os dias ele passa pela avenida e, para ele, o pior horário no local é no final da tarde, pois o estreitamento causado pelos veículos estacionados dificulta ainda mais a passagem. “Essa rua é muito estreita para a grande quantidade de carro que passa por ela todos os dias e tudo piora porque perdemos uma faixa para os carros que deveriam estar em outro local e não atrapalhando o trânsito”, disse Fernando.

Além dos carros que estão na responsabilidade da delegacia, ainda há os veículos estacionados por motoristas que visitam as lojas próximas, escola e a própria delegacia. De acordo com vendedora Maria Elenice da Silva, em alguns dias da semana é possível encontrar muitos carros estacionados pertencente a quem trabalha próximo. “Quando o pátio da delegacia está vazio e todos os carros estão guardados lá, só fica na rua os veículos que tem donos e que não encontram vaga nas calçadas”, disse a vendedora.   

A falta de calçadas livres é outro problema desse trecho da avenida Desembargador João Machado, pois a falta de vagas de estacionamento acaba obrigando os motoristas a parar nas calçadas.

Para a auxiliar administrativa Laura Peixoto a situação é muito séria e precisa de fiscalização constante dos órgão competentes. “Não vemos nenhum agente de trânsito e os pedestres ficam disputando espaço nas calçadas com os veículos. Se formos para a rua o risco de ser atropelado é ainda maior”, destacou Laura.

Fiscalização

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) informou que vai reforçar a fiscalização na área e que uma equipe de engenharia do instituto vai até o local estudar alternativas para melhorar o trânsito da área.

De acordo com o Manaustrans independente dos carros estarem ou não abandonados, os agentes podem notificar e solicitar a retirada dos veículos assim como tem sido feito constantemente com os carros abandonados nas ruas. De acordo com a assessoria da Policia Civil uma reunião no Tribunal de Justiça será realizada para tratar da questão dos carros estacionados na rua.

Abandonar carro na rua dá multa

Em julho, o Manaustrans realizou novamente  a “Operação Sucata” com o objetivo de retirar carros abandonados em ruas ou calçadas na avenida Tenente Roxana Bonessi, Terra Nova 2, Zona Norte. O órgão explica que abandonar carros  nas ruas é infração grave, com multa de R$ 127,69. O motorista ainda perde cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Publicidade
Publicidade