Domingo, 18 de Agosto de 2019
SAÚDE

Saiba cuidados para evitar doenças causadas por fumaça oriunda de queimadas

Semsa fez recomendações após fumaça intensa ter encoberto Manaus na manhã desta segunda-feira (29)



c383041e-dc95-44c7-a73a-32e335ef706e_95190404-16C4-4075-AE7A-DC649E50236F.jpg Fumaça encobriu até a Ponte Rio Negro na manhã de hoje (Foto: Winnetou Almeida)
29/10/2018 às 10:27

Devido a fumaça intensa que encobriu Manaus na manhã desta segunda-feira (29), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recomenda que a população tome bastante água e umidifique ambientes de casa e/ou trabalho.

A Semsa explica que a inalação desta fumaça pode causar infecções do sistema respiratório como asma, bronquite, sinusites, rinites, além de nariz entupido, rouquidão, tosses alérgicas, conjuntivites, irritação nos olhos e garganta, alergia e vermelhidão na pele, além de doenças cardiovasculares, dentre outras.

Além da hidratação do corpo e umidificação do ambiente - por meio de toalhas molhadas, baldes com água ou aparelhos umidificadores - a Semsa alerta a população para evitar ir a lugares próximos de queimadas. “Caso não seja possível, denunciar para órgãos competentes”, acrescentou.

Para situações mais graves, a Semsa aconselha as pessoas a procurarem ajuda médica em serviços de Pronto Atendimento ou Pronto-Socorro, além do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pelo número 192.

Fumaça

Segundo o Corpo de Bombeiros, há focos de queimadas em diversos pontos da Região Metropolitana de Manaus. Há relatos de queimadas em Presidente Figueiredo, Manacapuru, Itacoatiara e na área rural da própria capital, além de Nova Olinda do Norte.

A fumaça foi registrada em diversas zonas da capital. Motoristas também estão com visibilidade prejudicada e precisam de atenção redobrada no trânsito para evitar acidentes.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.