Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020
SOLIDARIEDADE

Venda de comedouros ajuda a manter animais resgatados da rua

É com muito capricho que a diarista Deuzimar Matos da Silva, 38, e o marido produzem comedouros para cães e gatos no bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus



126508990_10224560223577596_3637199281057646389_o__1__30FBC8E4-7341-40ED-A929-DE3A5D57F4AF.jpg Foto: Divulgação
20/11/2020 às 14:32

É com muito capricho que a diarista Deuzimar Matos da Silva, 38, e o marido produzem comedouros para cães e gatos no bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus. O trabalho, que começou há dois meses, tem um grande propósito: o de manter saudáveis os animais que ela mesma resgata das ruas da capital.

De diferentes formas e do tamanho ideal para o conforto dos animais, o casal vende os comedouros por encomenda e os preços variam entre R$ 60 a R$ 150. “A ideia surgiu por que eu resgato animais de rua em situações de risco. Eu resgato, cuido, castro, vacino e os disponibilizo para adoção”, comentou.

“Mas como é muito difícil doar um animal, eles vão ficando e tudo isso tem um custo muito alto. Então como meu marido já fazia casinha, mesa, banco e outras coisas de pálete e compensado, eu fiz uma pesquisa e achei esses comedouros. Daí, eu falei com ele e ele começou a fazer. Isso tem nos ajudado no orçamento”, contou Deuzimar, que hoje, cuida de 19 cães e 13 gatos.

Todos eles foram resgatados das ruas por ela e estão na própria casa. Com a venda, toda a renda é revertida para o cuidado dos animais. “O dinheiro vai todo para a compra de ração e outros itens que os animais precisam”. Quem tiver interesse em comprar os comedouros, é preciso fazer a encomenda. “Já vendi muitos e tem bastante encomenda. Como meu marido faz outras coisas também, não dá para fazermos em grande quantidade por que não temos máquinas ou material necessário”, disse, acrescentando que o trabalho é feito manualmente.

AMOR PELOS ANIMAIS

Deuzimar Matos da Silva resgata animais das ruas de Manaus há sete anos. Apesar de atualmente manter 32 animais em casa, ela os considera como parte da família. “Eu amo muito os animais, acho que até demais. Faço isso já tem uns 7 anos. Aqui onde eu moro o povo sabe que eu gosto de animais e abandonam aqui na minha casa. É muito difícil manter eles, mas são todos meus filhos”.

Ela conta que a ideia é manter temporariamente os animais em sua casa, até que todos tenham um lar permanente. “Tem situações que não dá para virar as costas ou fechar os olhos. Por exemplo, se deixam na minha porta, eu não tenho como rejeitar”. A diarista destaca que aceita doações de ração e vacinação para os animais. “Estamos sempre precisando, ajudará muito”, reforçou ela.

O preço dos comedouros varia entre R$ 60 e R$ 150 por conta do tamanho e modelo. O interessado em adquirir o trabalho, ajudar com doações de ração ou ainda adotar um animal, podem entrar em contato com Deuzimar Matos através do telefone (92) 99210-8428. Ela facilita a entrega.



News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.