Publicidade
Manaus
REGULAMENTAÇÃO

Ambulantes devem fazer cadastro gratuito para trabalhar em estádios de Manaus

O cadastro vale para atividades realizadas na Arena da Amazônia, Estádio Ismael Benigno (Colina), Carlos Zamith, Arena Amadeu Teixeira, Renné Monteiro e Vila Olímpica de Manaus 13/11/2017 às 20:44
Show whatsapp image 2017 11 13 at 15.04.14  1
Foto: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

Os vendedores ambulantes que desejarem comercializar produtos em eventos realizados em ginásios, estádios e demais espaços esportivos administrados pelo Governo do Estado vão ter que fazer cadastro gratuito na semana do evento, na Arena da Amazônia, Zona Centro-Sul de Manaus. A regra servirá para organizar os trabalhos e padronizar o valor das mercadorias. Isso não inclui ações privadas.

O cadastro vale para atividades realizadas na Arena da Amazônia, Estádio Ismael Benigno (Colina), Carlos Zamith, Arena Amadeu Teixeira, Renné Monteiro e Vila Olímpica de Manaus. Para fazer o registro, o vendedor deve apresentar RG, CPF, numero de contato e especificar o tipo de produto que será comercializado.

Gratuidade

Segundo a vendedora Rosangela Braga Almeida, que trabalha com balão e brinquedos diversos, antes era cobrado uma taxa, com valores que variavam entre R$ 50 e R$ 100. Para o jogo da final do Amazonense Feminino, entre Iranduba e 3B, no último sábado (11/11), na Arena da Amazônia, Rosangela fez o cadastro e não pagou nada para vender os produtos no estádio.

“Fiquei feliz em saber que não vamos mais pagar taxas para trabalhar nos estádios de Manaus. Isso já é uma grande ajuda pra gente porque nem sempre nós conseguimos vender toda a nossa mercadoria. E antes ainda tínhamos que pagar essa taxa”, disse Rosangela.

Padronização

Além do cadastro, o Governo pede ainda que, no dia dos eventos, os ambulantes usem boné e blusa branca, calça comprida e sapato fechado. Os valores dos produtos comercializados pelos ambulantes também serão padronizados.

*Com informações da Asessoria

Publicidade
Publicidade