Publicidade
Manaus
Manaus

Vendedores ambulantes voltam a ocupar calçadão em frente a shopping, na Zona Norte

Os vendedores ocuparam a calçada do dia 27 de novembro, um dia antes da inauguração do shopping, até a última terça-feira (2), quando os 67 ocupantes foram retirados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab).  04/12/2014 às 15:13
Show 1
Os vendedores ocuparam a calçada do dia 27 de novembro, um dia antes da inauguração do shopping, até a última terça-feira (2), quando os 67 pessoas foram expulsas da calçada. Agora, novos invasores surgem
Luana Carvalho Manaus (AM)

Dois dias depois de fiscais da Prefeitura de Manaus terem retirado mais de 60 ambulantes que ocupavam uma calçada na Avenida José Henriques Bento Rodrigues, no Monte das Oliveiras, zona Norte, alguns vendedores já voltaram ao local. Na manhã desta quinta-feira (4), a equipe de A CRÍTICA flagrou duas barracas, sendo uma de café da manhã e outra de churrasco, obstruindo a passagem dos pedestres. 

Os vendedores ocuparam a calçada do dia 27 de novembro, um dia antes da inauguração do shopping, até a última terça-feira (2), quando os 67 ocupantes foram retirados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab). 

Na ocasião, o presidente da Associação de Moradores do Monte das Oliveiras, Nonato Salles, informou que maioria dos vendedores ambulantes que se instalaram no calçadão em frente ao Shopping ViaNorte, eram moradores do bairro, todos desempregados. 

“Nosso bairro é carente de muitos serviços, principalmente feiras. A população viu na inauguração do shopping uma oportunidade para ganhar dinheiro. Estamos cadastrando todos para tentar uma possível regularização com a Prefeitura”, informou o comunitário.

O local ocupado pelos ambulantes é proibido para a prática do comércio informal conforme especifica a Lei Completar nº 005, de 16 de janeiro de 2014, referente ao Código de Postura do Município, que vendedores informais não podem comercializar a menos de 200 metros de shoppings, escolas, feiras e hospitais.

Publicidade
Publicidade