Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
Manaus

Verão amazônico faz com que procura por aparelhos de ar-condicionado cresça

Varejo local aponta crescimento de até 40% na demanda pelo produto, cujos modelos de 9 mil BTUS está na faixa de R$ 900



1.jpg Com a chegado do verão, demanda por ar-condicionado aumentou
02/10/2013 às 08:24

No auge do verão amazônico que desperta temperaturas na casa dos 40 graus a procura por aparelhos condicionadores do ar só cresce. Nas lojas de eletrodomésticos, as vendas aumentam nada menos que 40% desde junho.

Por outro lado, as fabricantes de ar-condicionados instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM) comemoram bons ventos, desde que o Governo Federal taxou a importação dos produtos trazidos da Ásia.

Na loja City Lar da avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus, as vendas cresceram 40%, explicou o consultor de vendas Jair Roberto. Os modelos split das marcas Midea e Springer são os mais procurados pelos consumidores que estão buscando preço acessível e tecnologia superior.

Na Hi Tech Import, que trabalha com as marcas LG, Komeco, Eletrolux e Consul, as vendas cresceram em torno de 50% A maior saída são pelos modelos de 9 mil BTUs e 12 mil BTUs, suficientes para refrigerar um ambiente doméstico. Os split da LG estão com preços mais competitivos na loja, custando a partir de R$ 999, parcelados em até 10 vezes sem juros nos cartões de crédito. “O pessoal está preocupado com o consumo de energia e prefere fazer um investimento melhor por isso”, afirmou o consultor de vendas da Hi Tech do Shopping Millennium, Luiz Otávio.

Os modelos split com a tecnologia “inverter” atendem a essa necessidade de consumo eficiente, mas custam cerca de 40% a mais que os modelos convencionais, já que são dotados com gás ecológico e deixam a conta de energia mais barata no fim do mês. Enquanto na City Lar o split Samsung de 9 mil BTUs custa R$ 922,21, o mesmo modelo com a tecnologia inverter sai por R$ 1.306,35.

A Samsung oferece ar-condicionados da linha “Virus Doctor”, que promete eliminar até 99,9% das bactérias e vírus presentes no ar. Já os modelos da linha “Max Plus” funcionam com dupla capacidade de resfriamento e aquecimento, propício para regiões de clima temperado.

O consultor de vendas da Hi Tech alertou que a eficiência energética e a vida útil do aparelho vão depender da instalação elétrica do consumidor. “A marca dá garantia de um ano se a pessoa instalar o ar com a loja autorizada e se a instalação elétrica da casa dela estiver ok”, disse.

No maio do ano passado, para conter a importação de aparelhos de ar-condicionado vindos da Ásia, o Governo Federal aumentou de 18% para 35% do Imposto de Importação (II) sobre estes bens.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.