Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Manaus

Verdadeiros 'ferros-velhos', veículos abandonados invadem diversas ruas de Manaus

De um lado, proprietários abandonam carcaças de veículos na rua e, de outro, o poder público não inibe nem pune a prática



1.jpg De acordo com os bombeiros, o veículo pegou fogo no dia 22 de abril e foi abandonado no canteiro central da via
06/05/2015 às 20:59

Basta dar uma volta pela avenida Passarinho, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte, para se deparar com carcaças de todo tipo de veículos abandonados sobre as calçadas, jardins, canteiros e até mesmo nas ruas, causando uma série de transtornos a pedestres e motoristas. O problema, que incomoda os moradores do Monte das Oliveiras há mais de um ano, é o motivo de mais de 100 ligações feitas todos os meses para o Centro de Controle Operacional do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

De acordo com o órgão, o CCO recebe, diariamente, uma média de três a quatro denúncias diárias de abandono de veículos e carcaças em locais públicos.

A prática irregular e muito comum em bairros das zonas Norte, Leste e Oeste causa transtornos e preocupações aos moradores da avenida Passarinho,  como a proprietária do Ferro Velho Ninho de Cobra, no Monte das Oliveiras, Marcélha Aguiar, que trabalha com a compra e venda de sucatas de veículos há 15 anos. “Abandonar um carro, não importa o estado do veículo, é uma vergonha. Se a pessoa não quer mais ter trabalho, basta se desfazer vendendo para o ferro-velho, pois tudo é reaproveitável”, declarou.

E o problema não se restringe às zonas Norte, Leste e Oeste. Na Zona Centro-Sul, um Peugeot 206 abandonado há 15 dias no canteiro central da alça viária que liga a avenida Governador José Lindoso (Torres) à avenida Ephigênio Salles, na Zona Centro-Sul, chama a atenção de quem passa pelo local.  Ele pegou fogo após um acidente, dia 22 de abril. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros,  os condutores não foram identificados no dia do incêndio porque eles deixaram o local antes da chegada da polícia.

“É um absurdo em uma avenida com esse movimento ter uma carcaça de carro abandonada, enfeiando o canteiro central. Já pensou se todo mundo resolve jogar na calçada tudo que já não serve mais?” criticou a personal trainer Ana Amorim, 35, que costuma caminhar pelo local.

Denúncias

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), veículos só são removidos se estiverem  atrapalhando a passagem do pedestres.  Em casos de abandono do veículo em canteiros centrais, a população deve fazer uma denúncia junto ao Manaustrans, que é o órgão responsável por retirar o veículo da via, por meio do  0800 092 1188 .  As denúncias são repassadas para o setor de operações, que envia uma equipe até o local e faz o levantamento dos dados do veículo.

Infração grave, multa e retenção do veículo

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que  a prática de estacionar o veículo  no passeio ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público é infração grave, passível de multa que pode variar entre R$ 127,69 a R$ 191,63 e ainda está sujeito à aplicação de medida  administrativa, que para a infração em questão é a remoção do veículo. Denúncias de veículos estacionados ou abandonados em locais proibidos podem ser feitas ao Manaustrans, por meio do 0800 092 1188.

Proprietário tem 48 horas para remover

Quando o problema é identificado e o condutor localizado, o Manaustrans dá um prazo de 48 horas para que o proprietário faça a remoção, caso contrário o veículo é recolhido ao parqueamento.

O proprietário do veículo abandonado pode ser identificado por meio da placa ou do chassi do veículo, informou o Detran. Em alguns casos, o dono do veículo abandonado reside próximo ao local usado como “estacionamento”. 

Caso o proprietário do veículo removido queira reaver o bem, ele deve procurar o atendimento do Manaustrans para consultar todas as pendências referentes ao carro, como licenciamento e IPVA em atraso, para a regularização junto ao Detran. No caso das multas de trânsito municipais, elas devem ser sanadas junto ao Manaustrans.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.