Quarta-feira, 22 de Maio de 2019
AMEAÇAS

Vereadora de Tonantins denuncia prefeito do município por ameaçá-la de morte

Suelem Lofiego afirma que as ameaças ocorreram após ela ter denunciado irregularidades no pagamento do Fundeb. Vereadora falou sobre o caso na ALE-AM



vereadora_A2C3654F-2BCB-4AD9-B712-CB79D60F71A5.jpg
Foto: Divulgação
09/04/2019 às 19:49

A vereadora do município de Tonantins, Suelem Lofiego (MDB), usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), na manhã de ontem (8), para denunciar ameaças de morte que vem recebendo por parte do prefeito do município, Lázaro de Souza Martins (PP), e solicitar apoio do parlamento estadual.

As ameças, segundo a parlamentar, ocorreram após ela ter denunciado irregularidades no pagamento no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), depois de questionamento dos professores do município.

A vereadora afirma que somente em 2017, cada cadeira resultou no recebimento de R$ 3,6 mil provenientes do fundo. E que, em 2018, o valor do abono caiu para R$ 1,3 mil.

Em contraste a isso, o deputado estadual Serafim Correa (PSB), conhecido por denunciar questões voltadas ao Fundeb, destacou que o município recebeu em 2017 o equivalente a R$ 15,7 milhões, com um abono de R$ 3 mil, e em 2018, contou com um montante de R$ 16,2 milhões do Fundo, com o abono caindo para R$1,5 mil.

“No segundo semestre deste ano, farei uma visita a toda a calha do Alto Solimões e terei a satisfação de encontrá-la no seu município. A nossa solidariedade e a certeza de que a verdade prevalecerá”, concluiu Serafim.

A reportagem apurou ainda que o Governo Federal realizou repasses de R$ 3,2 milhões ao município de Tonantins entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, conforme dados do Portal de Transparência.

“Eles (os professores) ficaram revoltados com a redução do valor do abono de 2017 para 2018, após o aumento dos recursos e foi quando me procuraram. Cheguei a solicitar informações, por meio de ofícios à prefeitura, das secretarias de Finanças e de Educação há cerca de dois meses, mas as solicitações não são respondidas”, denunciou Suelem.

Ameaças

Quanto às ameaças, Suelem Lofiego (MDB), afirma que elas nunca foram ditas pessoalmente por parte do prefeito Lázaro de Souza Martins (PP), mas sim por parte de pessoas próximas ao político que se preocuparam com a segurança dela.

“São relatos que passaram existir desde maio do ano passado. Segundo essas pessoas, ele sempre me compara com a vereadora Marielle Franco, dizendo que eu não tenho medo de ter o mesmo fim que ela e amanhecer numa estrada com a boca cheia de formigas”, relatou a vereadora.

Apoio

Sobre o caso, a presidente da Comissão da Mulher e vice-presidente da Ale/AM, deputada Alessandra Campêlo, o parlamento já acompanha o trabalho da vereadora há mais de um ano em denúncias nas áreas de saúde, segurança e educação. Campêlo se solidarizou com Suelem junto com as deputadas Joana Darc (PR) e Therezinha Ruiz (PSDB), que estavam presentes no plenário durante a apresentação da denuncia.

Alessandra disse que já enviou anteriormente ofício à Secretaria de Estado de Segurança informando as ameaças contra a vereadora e que vai reforçar um novo pedido de providências diretamente ao Delegado Geral.

“A gente quer que seja feita uma apuração desse caso. Como as denúncias também envolvem recursos federais, nós podemos pedir ajuda no MPF, nessa situação, de modo que a vereadora continue exercendo sua atividade parlamentar”, afirmou Alessandra.

 Resposta

Em resposta por meio de nota, o prefeito Lázaro de Souza Martins (PP) afirmou que acionará a Justiça para que a vereadora Suelem Lofiego (MDB) prove todas as denúncias relatadas sobre ele. Lázaro também solicitou direito de resposta no plenário da ALE-AM.

Confira a nota na íntegra.

“O prefeito de Tonantins, Lázaro de Souza Martins, questionado pela repórter Wal, do jornal A Crítica, em contato pelo telefone do seu assessor, José Raimundo, questiona denúncias proferidas na Assembléia Legislativa sobre supostas ameaças feitas pela vereadora Suelem, do mesmo município. Nesse ato, passa a relatar defesa enfática sobre o absurdo em que chegou o delírio da vereadora Suelem. De pronto, eu, Lázaro Martins, prefeito de Tonantins, repudio e nego todas as denúncias caluniosas de parte da referida vereadora. Nunca e em lugar nenhum, ousei em narrar comentários sobre esses assuntos porque não é da minha postura. Moramos em um município pequeno em que todos se conhecem e, eu, obrigatoriamente conheço a grande maioria de todos. Sempre me coloquei e me coloco a disposição da população, o que fui eleito para fazê-lo. A vereadora falta com a verdade quando usa o parlamento estadual para fazer tais acusações. Meu perfil é, de longe, um homem íntegro, honesto, pacífico, não sou dado a esses arroubos.

A vereadora vai ser obrigada a provar todas as denúncias, inclusive as denúncias sobre os recursos do Fundeb. Cumprimos com as nossas obrigações legais perante os recursos de aplicação dos 60% com professores e encargos, igualmente com os 40% de administrativo, investimento e custeio. Nossa folha de pagamento está em dia, estamos reformando escolas com recursos próprios, comprando merenda escolar e material didático. Nesse momento, estamos na XXII Marcha a Brasília em defesa dos municípios. Não estamos parados, conseguimos aprovar junto ao ministério do desenvolvimento regional, através da secretaria nacional de defesa Civil o projeto da ponte do Manaca um anseio de toda população. A Vereadora Suelem, é uma agitadora se ocupando dos assuntos mais sórdidos para atingir a minha honra, nenhuma denúncia feita por ela se sustenta. Fui vereador por 6 mandatos mais nunca fiz oposição me posicionando dessa forma. Essa é uma postura infantil e demagoga que não se alinha com minha maneira de pensar. Minhas contas estão fechadas e as ordens dos órgãos fiscalizadores. Estou trabalhando com a minha equipe para o desenvolvimento e o bem estar do meu povo, é o que tenho feito.

Estou revoltado, com tamanha falta de respeito em me acusar com temas tão graves. Ainda hoje estarei acionando meu jurídico para representá-la criminalmente para que prove todas as denúncias proferidas em meu nome.

Ao tempo em que peço direito de resposta no plenário da assembléia legislativa do Amazonas.

Agradeço o espaço e espero que conste na matéria todos esses pontos, porque ao contrário da vereadora, eu estou cuidando dos reais interesses do município enquanto a mesma anda produzindo calúnias e incitando o ódio e a desunião”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.