Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Manaus

Vereadores ignoram campanha de adoção e cães são diagnosticados com cinomose em Manaus

A Feira de Adoção dos Animais da Câmara Municipal de Manaus, que sairia do papel no início do mês, não aconteceu porque os funcionários da Casa não conseguiram arrecadar dinheiro o suficiente. Apenas 21 dos 41 vereadores da CMM colaboraram com o projeto de Campanha.



1.jpg Uma feira de adoção deveria ter ocorrido no início de maio
18/05/2013 às 10:49

Baleia, uma cadela de apenas cinco meses, não conseguiu sobreviver ao vírus da cinomose, que circula pelos arredores da Câmara Municipal de Manaus (CMM), e morreu. Já Mel, outra cadela de aproximadamente dois anos, que ainda vive nos arredores da Casa Legislativa, também foi diagnosticada com a mesma doença e permanece internada. As duas, talvez, poderiam ter sido salvas se a Feira de Adoção dos Animais ensaiada pelos funcionários da CMM tivesse ocorrido. O evento não foi realizado por falta de adesão dos parlamentares.  

A feira estava prevista para acontecer no começo de maio durante a 1ª Semana Municipal de Conscientização e Incentivo no Combate ao Maus Tratos a Animais Domésticos, mas não conseguiu o dinheiro suficiente para sair do papel.

Após um mês do lançamento da campanha apenas 21 dos 41 vereadores da CMM colaboraram com o projeto de Campanha. O valor mínimo de R$ 100, estipulado pelos funcionários como cota de cada vereador foi respeitado pela maioria dos parlamentares. Um vereador, cujo o nome não foi divulgado, contribuiu com apenas R$20.

A jornalista Liege Albuquerque, uma das funcionárias que participam do processo de arrecadação do dinheiro para a campanha, informou que por falta de dinheiro a campanha de adoção está temporariamente suspensa. “A Baleia adoeceu e tivemos que pagar as diárias do hospital veterinário, além da alimentação e remédios que ela tomou por esses dias. Agora a Mel também está no veterinário e as despesas permanecem”, disse.

Segundo Liege, a clínica veterinária mais barata encontrada pelo grupo cobra uma diária de R$ 40 para a internação dos animais. Só com a internação de Baleia consumiu R$ 400 dos R$ 1700 arrecadados pelo grupo.

“Estamos usando o dinheiro agora para cuidar dos animais que permanecem aqui e da Mel que está hospitalizada. Quando acabar esse dinheiro teremos que tirar do nosso próprio bolso”, disse ao lembrar que são os funcionários da Casa que alimentam os animais.

Na tentativa de evitar novos casos de cinomose, os funcionários da CMM irão realizar um mutirão para vacinar os outros seis animais que dormem dentro da Casa Legislativa, neste sábado (18).

Segundo Liege, uma pessoa que não quis se identificar doou a vacina aos animais. Um veterinário, que também não quis se identificar, se ofereceu para vacinar os cachorros.

Participam ainda do grupo de funcionários empenhado na luta dos animais os servidores Ana Cláudia Ayres, Antônio José da Silva, Dieny Gonzales e Elane Souza.

Vereadores

Segundo os organizadores da Feira de Adoção dos Animais da CMM, os vereadores que contribuíram com a cota para ajudar os animais foram: Bosco Saraiva (PSDB), Hiram Nicolau (PSD), Carlos Alberto (PRB), Dr. Ewerton (PSDB), Jairo da Vical (PTN), Luiz Mitoso (PSD), Marcelo Serafim (PSB), Mário Frota (PSDB), Professor Bibiano (PT), Professor Samuel (PPS), Professora Jacqueline (PPS), Professora Therezinha Ruiz (DEM), Reizo Castelo Branco (PTB), Rozenha (PSD), Rosivaldo Cordovil (PTN), Socorro Sampaio (PP), Walfran Torres (PTC), Wilker Barreto (PHS), Amauri Colares (PSC) e Everaldo Farias (PV).

Os funcionários informaram que todos os vereadores que colaboraram receberem recibo e que as despesas usadas no tratamento dos animais podem ser conferidas com notas fiscais.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.