Publicidade
Manaus
Policiamento prejudicado

Viaturas da PM ficam sem combustível e policiamento é prejudicado, em Manaus

Policiais foram orientados a estacionarem os veículos em pontos estratégicos, de onde sairiam apenas para ocorrências graves 01/12/2016 às 15:38 - Atualizado em 01/12/2016 às 18:02
Show cea3e763 21d7 47ac a80d 769c81c0ee66
Conforme policiais militares motoristas de viaturas entrevistados pela reportagem, o problema foi registrado em três pontos de abastecimento da PM na capital (Foto: Márcio Silva)
Vinicius Leal e Joana Queiroz Manaus (AM)

Viaturas utilizadas pela Polícia Militar do Amazonas em Manaus ficaram sem combustível desde a noite de ontem, quarta-feira (30), e também durante a manhã de hoje, em diversos pontos da capital. Devido à falta do combustível, o policiamento ostensivo nas ruas da cidade ficou prejudicado.

Conforme policiais militares motoristas de viaturas entrevistados pela reportagem, o problema foi registrado em três pontos de abastecimento da PM na capital: na sede do Comando de Policiamento Área (CPA) Norte, no bairro Amazonino Mendes, Zona Norte; na sede do Departamento de Apoio Logístico da PM, no Petrópolis, Zona Sul; e na sede do Comando de Policiamento Especializado (CPE), no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste.

A reportagem recebeu denúncias de falta de gasolina em viaturas da 12ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), responsável pelo policiamento no bairro Flores, na Zona Centro-Sul; viaturas da 27ª Cicom, dos bairros Amazonino Mendes 1 e 2 e Novo Aleixo; e em viaturas da 16ª Cicom, responsável pelos bairros Adrianópolis e Aleixo, Zona Centro-Sul.

Segundo os PMs motoristas, que não quiseram se identificar, cada viatura recebia apenas 40 litros de combustível por vez nos pontos de abastecimento. Os policiais também foram orientados a estacionarem os veículos em pontos estratégicos nos bairros, de onde sairiam para atender apenas ocorrências graves.

A informação extra-oficial divulgada por fontes de dentro do Comando da PM é que o problema de desabastecimento das viaturas se deve à falta de pagamento para os fornecedores dos combustíveis. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Militar, que enviou a nota abaixo:

"A Diretoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Amazonas informa que a Secretaria Estadual de Administração (Sead) está adotando um novo sistema de abastecimento de veículos no interior a partir da utilização de cartões e rigoroso sistema de monitoramento do uso de combustível. Os cartões já foram entregues em todos os municípios, mas a mudança no sistema pode gerar situações pontuais em alguns locais, devido a questões burocráticas, como o credenciamento dos postos, o que vem sendo resolvido tão logo o problema é detectado. Com o sistema de cartão, aumenta-se o controle da frota, elimina-se os riscos e custos de transporte e armazenagem, gerando economia real dos recursos financeiros".

Publicidade
Publicidade