Publicidade
Manaus
IRREGULARIDADE

Vigilância Sanitária apreende 120 quilos de carne imprópria em supermercado

Fiscalização ocorreu durante o fim de semana na capital. Cafés regionais também foram vistoriados e todos apresentaram irregularidades sanitárias 27/08/2018 às 18:05
Show 43399338015 967f0427f4 z 0fc0e581 3d0d 498a 9e68 0aebaef3e038
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

A Vigilância Sanitária (Visa) apreendeu 120 quilos de carne imprópria para o consumo no supermercado Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus. A fiscalização ocorreu durante o fim de semana na capital. Além de comercializar itens fora do padrão exigido pela legislação, o estabelecimento não apresentou a licença sanitária.

Os fiscais foram até o local para verificar a denúncia de um consumidor que relatou à ouvidoria da Visa Manaus ter comprado carne bovina estragada. “Não encontramos carne com as características relatadas, no entanto nos deparamos com outras irregularidades”, informou o fiscal veterinário Fabrício Barros, da gerência de Vigilância de Produtos.

De acordo com ele, parte do frango exposto para venda estava descongelada; o supermercado oferecia camarão fora da embalagem original, fracionado em bandejas e sem selo de inspeção federal; e havia ainda carne pré-moída no açougue, quando o correto é que a carne seja moída na hora da venda.

“Todos esses produtos, por oferecerem risco iminente à saúde, foram apreendidos de imediato e inutilizados na presença dos responsáveis”, explicou o fiscal, destacando que produtos mal- conservados e sem indicação de boa procedência podem causar danos severos à saúde e em casos extremos, morte por contaminação alimentar. 

Doenças

Conforme o Ministério da Saúde, existem mais de 250 tipos de Doenças de Transmissão Alimentar (DTAs). A maior parte é infecção causada por vírus, parasitas, bactérias e suas toxinas. Dentre elas estão o botulismo e a infecção por salmonela, consideradas de alta gravidade.

Fabrício Barros informou que as multas para irregularidades praticadas por estabelecimentos sob vigilância sanitária, como é o caso dos supermercados, variam de 1 a 400 UFMs (Unidade Fiscal do Município, atualmente no valor de R$ 101,78).

Após serem autuados, os estabelecimentos têm direito à defesa e solicitação de prazo para colocar em prática as exigências feitas pela Vigilância Sanitária. 

A gerente de Vigilância de Produtos, Hellen Souza, ressalta que a população deve estar atenta à qualidade dos produtos comercializados em supermercados, bares, pizzarias, lanchonetes e outros estabelecimentos que vendem alimentos, entrando em contato com o 0800 092 0123 (Ouvidoria Visa Manaus) no caso de suspeita de irregularidades.

Cafés regionais

A Visa Manaus também realizou no fim de semana a inspeção em pontos de café regional, no bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul. Foram inspecionados oito estabelecimentos e todos apresentaram irregularidades sanitárias, de acordo com o fiscal Carlos Viana.

Os cafés foram autuados e deverão solicitar à Visa Manaus prazo para regularizar suas práticas de acordo com as exigências da legislação sanitária. 

Publicidade
Publicidade