Publicidade
Manaus
Manaus

Violência obstétrica será tema de audiência pública em Manaus

A audiência vai abordar diversos temas relacionados à violência obstétrica e as medidas que podem ser tomadas junto aos órgãos públicos para garantir que os direitos das mulheres sejam respeitados 13/11/2015 às 15:08
Show 1
Pouco denunciada, a violência obstétrica pode causar traumas para o resto da vida
acritica.com ---

A violência obstétrica será tema de audiência pública em Manaus. Mães, médicos e representantes do Ministério Público do Estado (MPE) discutirão sobre os direitos das mulheres durante todo o ciclo gravídico: pré-natal, parto e pós parto.

No próximo dia 23 de novembro, segunda-feira, o Ministério Público vai realizar uma consulta pública para debater a violência obstétrica. Além de organizações que levantam a bandeira dos direitos da mulher (Aconchegar, Sagrado Feminino, Luz de Mim e o Grupo Violência Obstétrica Manaus) também estarão presentes médicos e autora do processo que desencadeou a audiência, Gabriela Repolho, que dará depoimento sobre seu caso e conversará sobre mudanças urgentes na assistência obstétrica no Amazonas.

A audiência vai abordar diversos temas relacionados à violência obstétrica e as medidas que podem ser tomadas junto aos órgãos públicos para garantir que os direitos das mulheres sejam respeitados. Além disso, será discutida a oposição das mulheres a alguns procedimentos, com o intuito de debater possibilidades para a consolidação de um sistema de parto mais humanizado.

Representantes dos Conselhos Regionais de Medicina, Ginecologia e Obstetrícia e Enfermagem foram convidados à compor a mesa. A audiência será aberta ao público e à imprensa.

Serviço

Local: Av Ephigenio Sales, 1570, Aleixo (auditório do prédio anexo ao Ministério Público Federal)

Data: 23/11 (Segunda-feira)

Horário: 10h

*Com informações da assessoria de comunicação. 


Publicidade
Publicidade