Publicidade
Manaus
Manaus

Visa Manaus apreende 900 quilos de alimentos com prazo de validade vencida em distribuidora

Distribuidora no bairro Raiz foi interditada por armazenar carne de hamburguer, empanados de frango, polpas de frita e flocos de batatas vencidos 19/08/2015 às 09:51
Show 1
Ação foi originada de uma denúncia anônima
ACRITICA.COM ---

Em fiscalização originada por denúncia anônima, fiscais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Vigilância Sanitária do Município (Visa Manaus), interditaram a empresa de conservação e distribuição de alimentos Bornholdt, localizada na rua Delfim de Souza, bairro Raiz, Zona Sul da capital, na tarde de ontem (18).

Na ação, foram apreendidas 900 quilos de produtos alimentícios como carne de hambúrguer, empanados de frango, polpas de frutas e flocos de batata com prazo de validade vencidos em 2012 e 2013.

Com a elevação da temperatura provocada pelo forte verão na cidade de Manaus, cresce em importância o cuidado com a conservação e acondicionamento adequado de produtos perecíveis, como carnes, polpas de fruta, verduras e frutas. "A falta de refrigeração correta pode comprometer a qualidade dos produtos, inclusive durante o transporte da distribuidora até os estabelecimentos de venda ao consumidor. Todos devem estar alerta e verificar o prazo de validade no ato da compra", advertiu o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Nas dependências da distribuidora de alimentos, os fiscais encontraram um caminhão-baú de transporte de alimentos sem o funcionamento adequado da câmara frigorífica, essencial para o deslocamento das mercadorias. “Surpreendemos um carregamento que estava prestes a ser entregue para um fast food de grande porte que funciona em outra zona da cidade. Imediatamente fizemos retornar os produtos à câmara frigorífica da empresa de distribuição de alimentos”, relatou o fiscal Fabrício Barros.

A empresa foi notificada pelas irregularidades encontradas e, agora, terá que sanar as pendências junto a Visa Manaus, podendo receber multa que varia de uma até 400 Unidade Fiscal do Município (UFMs). Cada UFM equivale R$ 83,78. De acordo com os fiscais. Os produtos apreendidos serão inutilizados e encaminhados ao aterro sanitário, localizado na Km 19 da AM-010, para o correto descarte.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade