Publicidade
Manaus
QUEDA

Volume de serviços prestados no Amazonas diminui 5,1% em junho, aponta IBGE

Este foi o 4º mês do ano em que o Estado registrou queda no desempenho na comparação com os números de 2017. Dados foram divulgados nesta terça-feira (14) 14/08/2018 às 20:05
Show servicos d72e0487 ac6c 47c0 aee5 8aff974ed585
Foto: Agência Brasil
Vitor Gavirati Manaus (AM)

O volume de serviços prestados no Amazonas caiu 5,1% em junho de 2018 em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada nesta terça-feira (14), no primeiro semestre do ano, quatro meses registraram desempenho inferior na comparação com os resultados de 2017.

A Pesquisa Mensal de Serviços produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do setor, investigando a receita bruta de serviços nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, que desempenham como principal atividade um serviço não financeiro, excluídas as áreas de saúde e educação.

Janeiro (-0,6%), fevereiro (-2,1%) e maio (3%) foram os outros meses em que o setor de Serviços do Amazonas teve queda em relação a 2017. No acumulado do ano, segundo o IBGE, o volume de serviços prestados no primeiro semestre deste ano foi 0,9% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado.

“O acumulado nos últimos doze meses reduziu de 2,3% em maio para 1,5% em junho, iniciando trajetória descendente. A variação trimestral móvel (abril, maio, junho) também indica queda no desempenho dos serviços (-1,7%)”, afirma o IBGE.

Desempenho positivo, mas nem tanto

Em junho de 2018, o setor de serviços do Amazonas teve desempenho 0,4% maior do que em maio, segundo o IBGE. O Estado foi um dos 22 que tiveram em junho crescimento na comparação com o mês anterior.

“No entanto, se comparado com outras praças, vemos que foi o pior desempenho entre aqueles que cresceram dentro do mês; bem abaixo dos 6,6% da média nacional. E acima apenas  de Acre (-0,1%), Espírito Santo (-0,2%), Alagoas (-0,3%), Maranhão (-0,4%) e  Piauí (-1,1%)”, avalia o instituto.

Região Norte

Entre os sete estados da região Norte, apenas no Acre o volume de serviços diminuiu em junho no comparativo com o mês anterior. Os seis que apresentaram crescimento, porém, não ficaram acima da média nacional: alta de 6,6%.

Rondônia foi o estado que mais se aproximou da média nacional, apresentando crescimento de 6,4%, o 5º melhor resultado do País. O Mato Grosso teve o melhor desempenho nacional e fechou junho com alta de 22,6% em relação a maio.

Publicidade
Publicidade