Terça-feira, 07 de Julho de 2020
Manaus

Votação que vai eleger o novo presidente da OAB-AM ocorre em ritmo lento em Manaus

A eleição se estenderá ate às 17h de hoje (27), e seis mil advogados devem comparecer a sede da OAB para votar



1.jpg Marco Aurélio Choy, Euler Carneiro e Jean Clauder, nesta ordem
27/11/2015 às 15:37

A eleição para o novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Am), começou às 9h desta sexta-feira (27) na sede do órgão, localizada na Rua Paraíba, 2000. Três chapas concorrem à eleição – Chapa 30: “OAB Forte e Renovada”, do advogado criminal e cível, e professor universitário, Euler Barreto Carneiro; “Muda OAB – Aliança”, liderada pelo advogado Jean Cleuter Mendonça; e a “Unidos Pela Advocacia para Avançar Mais”, do atual vice-presidente da OAB/AM, Marco Aurélio Choy.

 Apesar das dez urnas eletrônicas, o processo da votação segue lento. A advogada Loyana Camelo, que esteve às 10h para votar, afirmou que “isso está ocorrendo porque os eleitores devem fazer uma fila única para encontrar a sua sessão de votação. Isso acaba deixando mais lento o processo”, destaca.



 A advogada Jéssica Santos, está participando do processo eleitoral da Ordem pela primeira vez, e destacou a desorganização. “Fiquei em uma fila por 1h onde teoricamente ficava a lista com todos os nomes iguais ao meu. Depois, a mesária informou que os nomes acentuados não constavam no sistema”, afirma.

 Segundo a advogada Camila Nogueira, a desorganização da eleição começa no trânsito próximo a Ordem, e segue até o local de votação. É  segunda vez que a eleitora vota e afirma que esse ano as eleições estão mais desorganizadas do que nas outras duas anteriores que ela participou. “Chega a ser desrespeitoso. Cheguei a me abaixar para poder passar no corredor das pessoas que te abordam para votar em determinado candidato”, enfatizou.

 Os advogados destacam a falta de estacionamento e o monopólio das vias públicas por parte daws chapas. "Só pode estacionar em tal lugar se votar no candidato X", destaca Camelo. A eleição se estenderá ate às 17h de hoje (27), e seis mil advogados devem comparecer a sede da OAB para votar. O eleitor que não votar, terá que justificar a ausência ou pagar 20% da anuidade, como multa. Os votos serão contabilizados através da Urna Eletrônica, e deve durar 40 minutos para a apuração total. Diante disso, a chapa vencedora será anunciada ao final do dia. 



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.