Domingo, 05 de Dezembro de 2021
RESPOSTA

Wilson Lima classifica pedido de indiciamento na CPI como ato eleitoreiro de Braga

Governador afirmou que inclusão do nome dele entre os indiciados na CPI da Pandemia partiu de Braga para "arrancar manchetes nacionais visando 2022"



wilson262_0D071A45-A602-4CDA-A239-B62DD525FA2C.jpeg (Foto: Junio Matos)
26/10/2021 às 12:11

O governador Wilson Lima atribuiu ao senador Eduardo Braga (MDB) a inclusão do nome dele e do ex-secretário de Saúde Marcellus Campêlo no rol de indiciados pela CPI da Pandemia. O pedido de indiciamento foi anunciado hoje pelo relator Renan Calheiros.

"A gente sabe das intenções do senador (Eduardo Braga). O objetivo dele é me atacar, arrancar manchetes nacionais visando 2022. Não tem outra explicação para que isso efetivamente aconteça", afirmou Wilson Lima, em ato público de anúncio sobre pagamento de datas-bases e outros benefícios a servidores públicos estaduais.

Wilson Lima afirmou, ainda, que irá continuar trabalhando e que o indiciamento é "mais uma prova de que o trabalho incomoda".

Durante a sessão da CPI da Pandemia desta terça-feira, o próprio Braga deixou claro que partiu dele o pedido de indiciamento de Wilson Lima e agradeceu o relator Renan Calheiros, que é do mesmo partido que ele, por ter "acatado os nosso adendos e nossas considerações".



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.