Publicidade
Parintins 2017
Após 10 anos

Após 10 anos, Maria Azêdo deixa posto de Cunhã-Poranga do Boi-Bumbá Caprichoso

A “mulher mais bonita de Tribo” anunciou sua saída da agremiação folclórica através de publicação na rede social Facebook. “Realizei meu sonho de ser Cunhã e fui muito além”, disse 07/10/2016 às 10:28 - Atualizado em 08/10/2016 às 16:44
Show 13508946 512229692301462 3386820498373300802 n
A nutricionista defendeu o posto de Cunhã desde os 18 anos de idade (Reprodução)
Vinicius Leal Manaus (AM)

A “mulher mais bonita de Tribo”, Maria Azêdo, deixou o posto de Cunhã-Poranga do Boi-Bumbá Caprichoso. Após 10 anos defendendo o item 9 do Touro Negro, no Festival Folclórico de Parintins, Maria, de 27 anos, anunciou na manhã desta sexta-feira (7) a sua saída da agremiação folclórica através de publicação na rede social Facebook.

“Estou falando com vocês como uma torcedora do meu Boi Caprichoso e não mais como a Cunhã Poranga da Nação Azulada. Diferente dos demais itens que saíram ou que ainda estão por sair, não fiz e nem vou fazer carta. Resolvi escrever por aqui porque sei que aqui estão muitas pessoas que torceram pelo item no qual eu tive a honra de defender por 10 anos intensos”, escreveu.

A nutricionista, que defendeu o posto de Cunhã desde os 18 anos de idade, explicou brevemente ar o motivo da saída. “Na conversa que eu tive com o senhor presidente o mesmo disse que a cobrança era grande devido o ‘BLOCO B’ ser o responsável pela derrota do Caprichoso, menos por mim que ganhei e no descarte empatei. Por isso saio como um item vitorioso. Defendi acima de tudo com muito amor, abdicando de coisas tão importantes [...], mas diante de tudo só tenho agradecer a todas as pessoas que me abraçaram sempre enquanto estava no item”.

Sobre ter sido Cunhã-Poranga do Boi-Bumbá Caprichoso, Maria fala em sonho realizado e no sentimento de gratidão. “Realmente eu consegui o que muitas pessoas almejam. Realizei meu sonho de ser Cunhã e fui muito além. Consegui vive-lo por uma década, o que não é tão simples nesse mundo tão competitivo. Têm coisas que ninguém tira da gente, uma delas é gratidão”, disse.

No mês passado, uma nova diretoria assumiu o comando da Agremiação Folclórica do Boi-Bumbá Caprichoso: Babá Tupinambá e Jender Lobato foram eleitos no dia 4 de setembro como novos presidente e vice, respectivamente. Desde então, além de Maria, outros dois membros do Caprichoso anunciaram saída dos cargos: Waldir Santana, que foi Pajé por 30 anos, e Markinho Azevedo, que foi Tripa do Boi por 26 anos.

Publicidade
Publicidade