Publicidade
Parintins 2017
EMOÇÃO

Belo leva seu som romântico pela primeira vez ao Curral do Garantido, em Parintins

Realizado pela Amazon Best em parceria com o Garantido, o show aconteceu às vésperas da Alvorada do boi vermelho e reuniu duas mil pessoas 30/04/2017 às 14:59 - Atualizado em 05/05/2017 às 18:59
Show whatsapp image 2017 04 30 at 14.35.37
Belo encantou o público de Parintins pela primeira vez (Foto: Laynna Feitoza)
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Uma banda extensa, com oito músicos, posicionou-se no palco. Os backing vocals começaram a cantar e uma terceira voz, ao fundo, era familiar aos fãs. Era a voz do cantor Belo, que pouco depois - causando um clima de suspense pela breve espera - surgiu ao fundo da Cidade Garantido, para o seu primeiro show no município de Parintins no último sábado (29).

Realizado pela Amazon Best em parceria com o boi Garantido, o show aconteceu às vésperas da grande Alvorada do boi vermelho. O evento levou cerca de duas mil pessoas ao local. Antes da atração nacional, quem subiu ao palco primeiro e fez as "honras da casa" foi o levantador de toadas Sebastião Júnior, cantando clássicos como "Festa do Povo Vermelho", "Parintins para o mundo ver" e "Ameríndia".

Belo gera ansiedade

Algumas das fãs que estavam presentes não escondiam a emoção e a ansiedade para assistir ao show de Belo. A dona de casa Karen Barbosa conheceu as músicas dele por meio de uma amiga. "As músicas dele embalaram meus romances e histórias de vida. E gratificante ver ele pela primeira vez na minha cidade", disse ela.

Já a enfermeira Janaína Serra conheceu as músicas de Belo quando criança. De Maués, ela estava na expectativa de que ele cantasse a música "Perfume". "Porque marcou uma história de amor na minha vida", pondera ela. Às 1h20, o cantor Belo subiu ao palco. Os fãs o receberam com gritos emocionados. O cantor entoou músicas como "Você e eu", "Razão da minha vida" e "É tudo".

O cantor não escondeu a satisfação em estar cantando em Parintins pela primeira vez. "Todo mundo conhece o Amazonas e Parintins por causa do boi", disse ele. Belo lembra que foram os pais que mostraram a ele o boi bumbá parintinense. "Antes de ser artista eu já conhecia. Hoje tenho o privilégio de estar aqui. É tão bonito porque, lá no Rio nós temos o nosso Carnaval que é diferente, mas que ao mesmo tempo não é tão diferente assim, é parecido", destaca ele.

Publicidade
Publicidade