Publicidade
Parintins 2017
TV E INTERNET

Transmissão preparada para levar ao mundo as emoções do Festival Folclórico

A transmissão pela TV A Crítica começa às 21h30 na sexta e às 20h no sábado e domingo. O sinal será retransmitido pela TV Cultura. 28/06/2017 às 09:18 - Atualizado em 28/06/2017 às 09:22
Show pa0328 02a
É dos jornalistas Ludimila Queiroz e Wilson Lima (detalhe) a missão apresentar o Festival de Parintins pelo quinto ano seguido (Foto: Evandro Seixas)
Lídia Ferreira Parintins

Mesmo longe da ilha tupinambarana será possível acompanhar de perto todos os detalhes do  52º Festival Folclórico de Parintins. Com tecnologia e conteúdos exclusivos, mais uma vez a  Rede Calderaro de Comunicação (RCC) vai conectar torcedores distantes do município parintinense com os bumbás, por meio da cobertura jornalística feita pelo jornal,  em tempo real pela internet e com transmissão ao vivo para todo País, pela televisão.

Em uma parceria inédita, a TV Cultura de São Paulo vai transmitir, na íntegra,  o sinal da TV A Crítica para  26 Estados e o Distrito Federal, com um público estimado em 132 milhões de pessoas. “Há dois anos fizemos a captação de imagens em 360º e agora vamos abusar dos efeitos especiais para que, quem está em casa, faça uma imersão, como se estivesse no Bumbódromo, possa se sentir aqui. Ainda é uma surpresa, vem novidade aí”, avisa o diretor-presidente do Sistema A Crítica de Rádio e Televisão, Dissica Calderaro.

Para a cobertura, 90 profissionais se dividem entre TV, rádio, portal, o aplicativo A Crítica Play e o caderno especial Parintins 2017, publicado pelo jornal A CRITICA. A transmissão também será feita pelo aplicativo A Crítica Play e pelo portal acritica.com

Pela TV, a disputa entre Garantido e Caprichoso estará sob os olhos das duas galeras e de outras 18 câmeras e dois drones que irão percorrer o Bumbódromo, de onde os jornalistas Ludimila Queiroz e Wilson Lima dividem a apresentação pelo quinto ano consecutivo. “É muita responsabilidade, há toda uma preparação e todo um estudo para que a gente possa passar tudo ao telespectador, especialmente este ano, que é para todo Brasil. Teremos que passar de uma maneira bem simples o que é o festival para quem ainda não conhece”, destaca Wilson. Outro desafio é estar atento ao item apresentador. “O público quer ouvir o que o apresentador diz, então a gente tem que prestar bastante atenção e só complementar, dar uma informação a mais, um diferencial para o telespectador”.

 Os repórteres Naiandra Amorim e Clayton Pascarelli mostram o “dois para lá e dois para cá” direto da Arena e David Brazil mostrará os bastidores.“Fizemos o Arena dos Bumbás ao vivo  de Parintins na semana passada e, agora, todos os dias, até o final do festival, teremos links em todos os programas”, destaca Gisele São Thiago, diretora de programação da TV A Crítica.

Nos comentários, experiência no lado azul

Quando o Caprichoso entrar na Arena, os apresentadores Ludimila Queiroz e Wilson Lima terão como reforço os comentários da bióloga Socorro Carvalho, conhecida como Socorrinha.  “Fico muito feliz de poder levar o nosso festival para todo o País e para o mundo todo, por meio da internet. Muita gente de vários estados e outros países me adicionam nas redes sociais porque querem saber do boi”, disse.

Veterena como comentarista, Socorrinha completa 10 anos na transmissão pela TV em 2017. “Todo ano é um grande desafio porque é uma emoção muito grande e a televisão me ensinou a segurar isso um pouco. Estou sempre mega emocionada, mas não posso transparecer. Eu era daquelas que chorava e gritava, agora sou mais contida”, revela.  Socorrinha é integrante do Conselho de Arte há quase 20 anos. “Fui escolhida como comentarista porque queriam alguém que tivesse bastante conhecimento sobre a história e o conteúdo do boi, além da facilidade de comunicação. Me sinto honrada de falar da nossa festa, da nossa cultura, do Caprichoso”.

Compositor encarnado estreia como comentarista

Quando o Garantido entrar na Arena, os apresentadores Ludimila Queiroz e Wilson Lima terão como reforço os comentários do jornalista Mencius Melo. “Recebi esse convite com muita emoção e vou atender com toda a minha vocação de torcedor do Garantido e com o mesmo empenho como se fosse para empurrar uma alegoria ou qualquer outra atividade ligada ao boi”, disse.

 Estreante na função, o comentarista foi escolhido pela diretoria do bumbá e tem uma vivência de 30 anos no reduto vermelho e branco. “A minha preparação tem sido durante três décadas, desde que nasci”, brinca. “Eu convivo o ano todo com tudo que se relaciona com o boi, especialmente na área de comunicação. Sempre convivi  na Baixa do São José, sei quem são, os nomes, apelidos e  funções. Conheço o boi de curral e de galpão”, destaca.

 Parintinense, Mencius fez parte da primeira formação do Conselho de Arte, em 1995, e é um dos compositores do bumbá. “Com certeza o mais díficil é segurar a emoção porque, pela primeira vez, o comentarista terá que segurar esse coração de torcedor do Garantido”, disse.

Publicidade
Publicidade