Publicidade
Parintins 2017
Arena vermelha

Itens que serão julgados no Garantido veêm última noite como de pressão e ansiedade

Itens do Festival Folclórico de Parintins falam sobre a expectativa e a responsabilidade de definir o bumbá vencedor nesta última apresentação, onde só serão avaliados itens do bloco A 26/06/2016 às 11:57 - Atualizado em 26/06/2016 às 15:29
Show gar23
A Batucada Encarnada é outro item que será avaliado nesta última noite (foto: Márcio Silva)
Lorenna Serão Parintins (AM)

Como foi anunciado no início desta semana, este ano o Festival Folclórico de Parintins terá novidades no julgamento das apresentações dos bumbás Caprichoso e Garantido. Na terceira e última noite da festa, que acontece neste domingo, apenas os itens do bloco A serão julgados.

Mas o que pode parecer simples para os Bois, para os defensores dos quesitos avaliados pode virar uma grande pressão. De acordo com as novas regras, apenas Apresentador, Levantador de Toadas, Batucada, Galera, Amo do Boi e Toada (Letra e Música) serão julgados hoje. Durante a semana, a equipe de A Crítica foi até a Cidade Garantido conversar com os responsáveis pelos itens do bloco A para saber o que eles pensam sobre esse novo quesito de avaliação e também descobrir algo sobre a preparação para esta que pode ser a noite decisiva na hora de definir quem levará o título de 2016.

Sebastião Júnior  terá que defender dois itens: levantador e toada - letra e música. Apesar de sentir uma certa pressão, ele garante que está plenamente preparado para o desafio deste domingo.

“Na verdade aumenta a pressão devido aos outros itens não concorrerem. E eu vou ficar responsável por dois itens, levantador e vou ter que defender a toada - letra e música. É uma pressão muito grande. Já ensaiei as músicas, estou ouvindo e estou tranquilo. Vou entrar pra ganhar, vou fazer meu trabalho lá dentro, concentrado. Espero que dê tudo certo, se Deus quiser vai dar”, comentou o levantador de toadas do Garantido.

Marcelo Bilela, um dos coordenadores da Batucada, afirma que a preparação deste ano começou há três meses e que a terceira noite nunca foi esquecida. “Sempre ensaiamos para as três noites. E  de certa forma vamos bater o pênalti final. Então a nossa  responsabilidade é muito maior.  

A Batucada pode decidir o Festival. Mas graças a Deus estamos com a cabeça no lugar, tranquilos. Vamos executar o que nós ensaiamos nesses mais de três meses. Posso afirmar que a nossa Batucada é sentimento, é emoção à flor da pele o tempo todo e está preparada para o Festival. Vamos sair da Arena com o dever cumprido, disse Bilela.

Publicidade
Publicidade