Publicidade
Parintins 2017
TRADIÇÃO

Garantido 'invade' as ruas da Baixa do São José e visita torcedores do bumbá

Após a tradicional ladainha, bumbá vermelho e branco foi às ruas, parando nas fogueiras montadas pelos encarnados 25/06/2017 às 00:07 - Atualizado em 25/06/2017 às 01:57
Lorenna Serrão Parintins (AM)

As ruas da baixa do São José, em Parintins (a 325 quilômetros de Manaus), foram invadidas por torcedores apaixonados pelo Boi do Povão, que neste sábado, 24 de junho, dia de São João, relembraram a promessa do criador Lindolfo Monteverde.

Curado de uma malária, Lindolfo prometeu a São João que colocaria o boi nas ruas todos anos, enquanto fosse vivo. E foi a partir dessa promessa que surgiu o Garantido. Uma tradição de mais de 80 anos, passada de geração a geração e que virou uma grande festa da Baixa.

Neste sábado, após a ladainha realizada no início da noite no curralzinho, o Boi com o Coração na testa, acompanhado pela Batucada e por um trio elétrico, saiu às ruas, que viraram um mar vermelho. Com as casas enfeitadas e com fogueiras na frente, os encarnados se emocionaram ao receber o Garantido. O bumbá retribuiu o amor com muito carinho e graciosidade.

A família do senhor Joaquim Mota Simas, de 83 anos, foi uma das muitas, que preparou uma festa para receber o “Boi de Pano". Um momento saudoso e emocionante. "Todo ano enfeitamos  a casa pra receber o Garantido. Fazemos isso no12 e dia 24, quando ele entra aqui e nós podemos sentir um pouco do amor dele", contou o aposentado.

Raimundo da Silva Simas, 77 anos, esposa do senhor Joaquim, se emociona ao lembrar que é da época em que o Garantido apenas brincava pelas ruas da Baixa do São José.

"Garantido significa alegria, me faz lembrar da minha juventude. É uma emoção muito grande relembrar tudo o que vivemos. É gratificante ele entrar na minha casa, com todo carinho", comentou

" A nossa família toda é Garantido. Desde sempre. Sou do tempo em que se brincava de boi nas ruas, antes de existir o Festival", completou.

Tradição
Para o presidente do Boi da Baixa, Adelson Albuquerque, relembrar a promessa de Lindolfo Monteverde significa contagiar outras pessoas, formar novos torcedores apaixonados.

“Nosso criador maior, Lindolfo Monteverde, resolveu um dia, nesta data tão importante, levar o boi que ele criou as ruas, e ele quis fazer com que outras pessoas fossem contagiadas. No decorrer do tempo nós passamos amar essa tradição e isso pra gente é uma felicidade”, comentou o presidente, que afirmou que levar o Boi as ruas é uma maneira de formar novos torcedores.

“A partir desse momento todas as pessoas, de várias idades, vão começar a sentir aquela emoção de gostar do boi e de querer isso aqui pra sempre. A Minha geração vai passar, mas eu tenho certeza que vamos influenciar muitas outras para que essa tradição não acabe”, pontuou.

Publicidade
Publicidade