Publicidade
Parintins 2017
EXPECTATIVAS AZULADAS

Itens individuais do Caprichoso vão confiantes para a Arena do Bumbódromo

A primeira noite marca a estreia de seis itens na Arena, se não no Bumbódromo, na função, em busca do título do 52º Festival Folclórico de Parintins. 30/06/2017 às 09:49
Show sinha033
Aos 17 anos, Valentina Cid fará sua estreia este ano. Foto: Euzivaldo Queiroz
Lídia Ferreira Manaus

A data de hoje vai entrar, mais uma vez, para história do bumbá Caprichoso, mas especificamente na vida de seis dos nove itens individuais. A primeira noite marca a estreia deles na Arena, se não no Bumbódromo, na função, em busca do título do 52º Festival Folclórico de Parintins. 

Ansiedade, emoção  e concentração fazem parte do pacote da expectativa de artistas novatos e veteranos. “Mexe com a emoção de todo mundo, mas para o primeiro ano é o que mais colocam pressão na gente, ainda mais que o Caprichoso teve uma mudança quase que radical. Mas nós, os itens, estamos todos juntos, nos apoiando para que tudo dê certo, seja uma estreia vitoriosa para todos. Os mais antigos apoiam os mais novos e assim estamos indo bem”, declara a sinhazinha da fazenda, Valentina Cid.

A rotina intensa de ensaios é o único “calmante” para a cunhã-poranga, Marciele Albuquerque. A preparação dela iniciou desde que ela assumiu o item, em 17 de outubro, e inclui trabalho de resistência física, alimentação, pesquisa sobre as toadas e, claro, muito bailado. “Eu me sinto tranquila porque estou totalmente por dentro do projeto. Onde eu entro, onde vou sair, cada segundo, cada passo é cronometrado, pensado e ensaiado, você sabe exatamente o que vai acontecer e isso dá muita segurança para a gente. Ensaio manhã e tarde e, nos intervalos, estou vendo fantasia, estudando a alegoria, não paro. Não tem mistério,  a expectativa é que tudo vai dar certo”.

Também no ritmo frenético está a porta-estandarte, Marcela Marialva. Há pouco mais de um mês ela saltou da Galera para a Arena e se transformou em item. “Sempre fui torcedora, peguei chuva e sol para ir assistir meu boi. Cheguei com toda essa garra. Está sendo pouco tempo de preparação, mas estou confiante, a nação azulada está super me apoiando e  nos dando o voto de confiança e isso é muito importante. É só ter força de vontade e dedicação”, diz.

Promessa de surpresa
Veterano do bumbódromo após dois anos como amo do Boi, Edmundo Oran é estreante como apresentador. Do lado contrário, ele enfrenta 16 anos de experiência. “É uma estreia, mas eu estudei e estou me doando nos últimos seis meses com tudo o que posso para esse dia. Tenho muito respeito e sou amigo pessoal do apresentador de lá (contrário), mas o que vale é a emoção da galera na arena. A galera é o item que maisinfluencia a nós itens também. Vamos surpreender na arena, aguardem”, avisa.

Publicidade
Publicidade