Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Governo federal

Medida impositiva junto ao Minc pode ser ‘salvação’ para o Festival de Parintins

A provável “luz no fim do túnel” foi combinada após reunião com o governador. O valor do recurso que seria solicitado ao governo federal não foi revelado e custearia apenas despesas das associações, e não a logística do festival



show_IMG0008205614.JPG (Foto: Michel Dantas/Arquivo A Crítica)
24/05/2016 às 14:29

O apoio para os bois Garantido e Caprichoso visando ao 51° Festival Folclórico de Parintins poderá vir por meio de uma medida impositiva junto ao Governo Federal. A provável “luz no fim do túnel” para as associações folclóricas foi o resultado da reunião entre os presidentes dos bumbás e o governador do Estado, José Melo, na sede do Governo.

A captação dos recursos deverá ser intermediada pelo senador Omar Aziz durante todo o dia de hoje. O repasse deverá ter como origem o Ministério da Cultura (Minc). Uma nova reunião está marcada para esta quarta-feira na sede do Governo do Estado.

O valor do provável recurso não foi revelado até o momento, e ele, caso captado, vai custear apenas as despesas das duas associações folclóricas, e não a logística para a realização do Festival Folclórico, que é realizado anualmente no último final de semana do mês de junho.

Na semana passada, o governador do Estado, José Melo, anunciou que o poder público não repassaria recursos para ambas as associações folclóricas, frustrando principalmente os dirigentes dos bois.

Ambas as associações folclóricas correm contra o tempo para sanar suas despesas e pagar os funcionários de barracão que confeccionam alegorias. No caso do Garantido, por exemplo, o presidente Adelson Albuquerque disse que vai paralisar os trabalhos do boi enquanto a captação dos recursos não for resolvida.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.