Publicidade
Parintins 2017
tradição

Promessa e fé de Lindolfo Monteverde é preservada com a Ladainha e boi de rua

A missa, rezada por torcedores tradicionais do Boi do Povão, acontece há mais de 80 anos para relembrar a promessa que Lindolfo Monteverde fez a São João Batista 22/06/2016 às 19:55 - Atualizado em 22/06/2016 às 20:46
Lorenna Serrão Parintins (AM)

Antecipada por conta da primeira noite do Festival Folclore de Parintins, que este ano começa no dia 24, a Ladainha em homenagem a São João Batista reuniu torcedores do Garantido no curralzinho, na Baixa do São José nesta quarta-feira (22).

A missa, rezada por torcedores tradicionais do Boi do Povão, acontece há mais de 80 anos para relembrar a promessa que Lindolfo Monteverde fez ao santo.

Curado de uma malária, Lindolfo prometeu que colocaria o boi nas ruas todos anos, enquanto fosse vivo. E foi a partir dessa promessa que surgiu o Garantido.

Antes do início da ladainha, cantada em latim, dona Maria do Carmo, filha de Lindolfo, relembrou a promessa feita pelo pai. "Vamos começar a ladainha que meu pai rezava desde que tinha 12 anos. Ele já cantava junto com os familiares e o povo antigo da época que sabia muito bem ler o latim, traduzir e ensinar. O meu pai contava que aprendeu a cantar a ladainha em latim ainda criança", disse dona Maria, que logo em seguida deu início a ladainha.

Ao final da reza, a filha de Lindolfo falou do orgulho que sente do pai e da oportunidade de seguir cumprindo a promessa que ele fez a São João. 

"Fico muito feliz porque estou passando essa tradição para a nova geração. É uma honra relembrar a promessa do meu pai, nem tenho como agradecer tudo que ele fez enquanto vivo. A promessa foi cumprida e o Garantido está abençoado para o Festival de 2016", comentou Maria do Carmo.

Após a reza, o Garantido sairá pelas ruas da Baixa para brincar de boi com os torcedores ao som da Batucada.

Publicidade
Publicidade