Publicidade
Parintins
FESTA

Boi Caprichoso realiza 'Festa dos Visitantes' como esquenta para o festival de Parintins

A festa contou com a participação do grupo Maracatu Pedra Encantada, um dos três grupos do estilo que vai participar da apresentação do Touro Negro 27/06/2018 às 00:15 - Atualizado em 27/06/2018 às 00:25
Alexandre Pequeno Parintins (AM)

A três dias da 53ª edição do Festival Folclórico de Parintins, o boi Caprichoso reuniu centenas de integrantes da Nação Azul na Festa dos Visitantes que aconteceu na noite desta terça-feira (27) no Curral Zeca Xibelão.

A festa contou com a participação dos artistas Márcio do Boi, Ornelo Reis, Cássio Gonçalves, Diego Brelaz e Iezen Rocha. Grupos de dança associadas ao bumbá azulado, bem como a Marujada de Guerra e a Banda Caprichoso também animaram a noite.

A professora mineira Cristiane da Silveira mora no Amazonas há 10 anos e adiou uma viagem ao seu Estado de origem para prestigiar o 53º Festival Folclórico de Parintins.

“Realmente é algo que me toca. Sinto que comecei a valorizar a cultura amazonense a partir do festival”, afirmou ela.

Segundo Cristiane, esse é o seu segundo ano prestigiando o festival e ela garante que pretende voltar outras vezes para reafirmar sua paixão pelo Caprichoso. “Adoro a cor azul e ano passado tive a certeza que meu boi é o Caprichoso. Sempre quando posso vou a Manaus acompanhar alguns ensaios dele” completa.

Revolução Ancestral

Buscando homenagear a identidade histórica da cultura afro-brasileira, o Boi Caprichoso traz o tema "Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral". Com isso, um dos diferenciais do Touro Negro no festival deste ano é a presença de três grupos de maracatu que atuam em Manaus e foram convidados para integrar a apresentação do bumbá na Arena.

"Este ano, o boi Caprichoso convidou alguns grupos de maracatu de Manaus para fazer parte da temática desse ano. Conseguimos trazer todos os tambores do maracatu e unir aos tambores do Caprichoso celebrando toda essa luta e essa magia que vive em Parintins que é a cultura popular", destaca Marcelo Ferreira, coordenador do grupo Maracatu Pedra Encantada.

Além deste, os grupos Eco da Sapopema e Baque Mulher Manaus também desembarcaram na Ilha Tupinambarana. Eles aproveitaram a Festa dos Visitantes para dar uma prévia do que irá acontecer nas três noites de festival.

Publicidade
Publicidade