Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
BOI-BUMBÁ

Boi Garantido encerra primeira noite de festival com Ritual Araweté

Obra alegórica assinada por Oséas Bentes fechou a primeira noite do 53º Festival Folclórico de Parintins



ALEGORIA.JPG Foto: Euzivaldo Queiroz
30/06/2018 às 03:08

Garantido encerrou a apresentação da primeira noite com o Ritual Araweté – Sonho de Kanipaye-RO. Ao todo, o espetáculo teve 2 horas e 27 minutos de duração. A alegoria assinada por Oséas Bentes foi a esteticamente com mais elementos de movimentação. Marca registrada das alegorias de ritual são as cores com tons fortes e chamativos.

Oséas Bentes passou 20 anos no boi Caprichoso e o seu retorno foi um reforço e tanto para o Boi da Baixa de São José. O Pajé André Nascimento ainda realizou o ritual só que rapidamente.



O Ritual Indígena retratou na Arena o ritual de transcendência espiritual do Pajé. O ritual é baseado nas doutrinas da etnia Araweté, que vive na área do rio Ipuxina, no Pará. O povo Araweté acredita que os fenômenos da natureza e os animais da floresta são a representação de seres de outros mundos. Tudo de natural capaz de alterar a vida dos Araweté é atribuída a estes seres.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.