Publicidade
Parintins
BOI-BUMBÁ

Caprichoso anuncia app de celular para criar mosaicos de led na galera azulada

A estreia do app Constelação Azul está marcada para o dia 25 de junho durante ensaio técnico no Bumbódromo de Parintins 23/06/2018 às 13:26 - Atualizado em 23/06/2018 às 13:52
Show constela  o
Foto: Raine Luiz
Rafael Seixas Manaus (AM)

A galera azul e branca vai contar com o reforço de um aplicativo de celular para emocionar e agitar cada vez mais os torcedores do boi-bumbá Caprichoso durante as três noites do Festival Folclórico de Parintins, que acontece entre os dias 29 de junho e 1° de julho. Intitulado Constelação Azul, o app, que cria verdadeiros mosaicos por meio da telinha do celular, está disponível  para download por meio da PlayStore – por enquanto somente para Android. O anúncio foi feito neste sábado (23) durante o programa “Arena dos Bumbás” da TV A Crítica.

A estreia do app está marcada para o dia  25 de junho durante ensaio técnico no Bumbódromo de Parintins. Na data vai ocorrer a primeira experimentação coletiva do app que foi criado em parceria com alunos e professores do curso de Ciências da Computação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).


Presidente do Caprichoso, Babá Tupinambá, junto com a equipe que ajudou na criação do aplicativo

“Esse vai ser uma momento de experimentação. Vamos trabalhar com ele offline. O projeto maior do boi Caprichoso é ousado e vai montar mosaicos, letreiros e uma série de efeitos com a galera. O que posso adiantar é que teremos efeitos maravilhosos que vão diminuir o custo de material de galera, diminuindo o uso desses resíduos sólidos. Precisamos apontar para essas questões tecnológicas para resolver problemas relacionados ao boi”, adiantou Ericky Nakanome, coordenador do Conselho de Arte do Caprichoso.

“Em 2019, com o projeto consolidado, cada celular será como parte de um telão de led. Vamos experimentar agora para montar mosaicos mais simplificados. Tudo isso só foi possível com a parceria entre o boi Caprichoso e o curso de Ciências da Computação da Ufam, com a vinda do professor e sócio do bumbá, Bruno Gadelha; da professora Thais Castro e Rosiane de Freitas; doutorando Mauro Amazonas e o aluno de graduação Victor Vasconcelos”, acrescentou Nakanome.

O primeiro resultado vai ser conferido nas noites do 53° Festival Folclórico de Parintins. Por enquanto, quem fizer o download do app, vai se deparar com um relógio com contagem regressiva  até o dia do ensaio técnico no Bumbódromo.

Publicidade
Publicidade