Domingo, 21 de Julho de 2019
TRADIÇÃO

Caprichoso leva multidão azul e branca para as ruas de Parintins

Boi de Rua levou cerca de 30 mil pessoas, segundo os organizadores, para as principais vias da Ilha Tupinambarana.



FOTO_DRONE_81BD2B31-2B09-4035-8E48-F46D1AAF3D45.JPG (Foto: Raine Luiz)
24/06/2019 às 01:03

Uma multidão vestida de azul e branco invadiu as ruas de Parintins neste domingo para brincar de boi. O tradicional Boi de Rua, quando o Caprichoso sai do bairro da Francesa e segue até a Praça dos Bois, reuniu cerca de 30 mil pessoas, de acordo com estimativas da organização do evento.

A festa começou por volta das 21h30 e logo nos primeiros minutos já se podia perceber a dimensão do evento deste ano. De cima do trio, no qual o levantador de toadas David Assayag e o apresentador Edmundo Oran entoavam um vasto repertório que ia de músicas históricas da década de 80 até ‘hits’ do Touro Negro de 2019, era difícil ver onde terminava a multidão.  

Seja de Manaus, de Parintins, ou até de outros estados, os torcedores do Caprichoso mostravam bastante empolgação com a festa. Era o caso de Joana Mendonça, 23, que saiu de Manaus para a Ilha Tupinambarana para assistir o Boi de Rua pela primeira vez. “Eu consegui me programar para vir com bastante antecedência justamente porque queria ver o Boi de Rua de perto. É uma energia incrível. Vale muito à pena, é uma grande brincadeira de boi na rua, uma festa do povo mesmo”, afirmou ela.

Quem também transformou o Boi de Rua em uma grande brincadeira foi a ex-Rainha do Folclore Brena Dianná. Depois de dez anos como item, a ‘Rainha das Rainhas’ participou do Boi de Rua junto com a Marujada de Guerra, tocando palminha e parando a todo momento para tirar fotos com os torcedores. “Esse carinho é maravilhoso, é fruto de dez anos vividos com muita intensidade e humildade. E uma humildade verdadeira, porque eu nasci assim”, celebrou Brena, que deixou o posto ano passado.

Sem a responsabilidade de ser um item e a ansiedade de quando ia para a festa em plena preparação para as três noites de festival, Brena fez do Boi de Rua sua grande brincadeira de boi-bumbá. “É um momento para eu aproveitar. Nos dez anos eu dançava com tanta responsabilidade que acabava não aproveitando como eu estou hoje. Estou livre, leve e feliz por estar aqui neste momento”, destacou a parintinense, que vai torcer pelo tricampeonato longe do Bumbódromo. “Não sei mais nem como é assistir de fora, mas dessa vez vou torcer em casa, no meu cobertor. Mas ano que vem vou estar aqui, com toda certeza”.

O vice-presidente do Caprichoso, Jender Lobato, festejou o sucesso de público que, para ele, é a prova de união e otimismo entre os torcedores azulados, que anseiam pelo tricampeonato. “Hoje é dia que podemos extravasar, dançar, pular e nos confraternizar. Muita gente que está aqui não pode aproveitar o festival porque está trabalhando e aí fazemos isso aqui, mostrando que somos o Boi de Parintins, o boi que toma conta da cidade”.

Para Jender, o sucesso do boi de rua é ainda mais especial este ano por conta do sonho do tricampeonato. “Vamos disputar um tricampeonato depois de 23 anos e estou confiante, pelo trabalho e pela união de todos, que vamos conseguir. Essa multidão clama por essa vitória, uma vitória que vai ser de todos nós, da união do planejamento e do amor ”, disse ele,





 

Receba Novidades

* campo obrigatório
News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.