Domingo, 09 de Agosto de 2020
OTIMISMO

De 'alma lavada', itens do Garantido saem confiante no título

Depois de deixarem a arena aclamados pela galera vermelha e branca, itens fizeram festa nos corredores e mostraram otimismo para a conquista de mais um título



WhatsApp_Image_2019-06-30_at_22.55.01_A0DA9691-4C70-498F-B54A-B6FFB4CF390B.jpeg (Foto: Euzivaldo Queiroz)
30/06/2019 às 23:25

O clima era de festa no corredor que dá acesso aos camarins do boi Garantido. Sob o rufar da Batucada que se recolhia sem deixar o ritmo e cadência cair nem mesmo fora da arena, pouco a pouco os itens do vermelho e branco se recolhiam após encerrarem sua participação na terceira noite do 54º Festival Folclórico de Parintins deixando claro que o sentimento era de confiança na conquista do 32º título.

“Alma lavada com certeza, Garantido foi superior em todos os três dias. Estamos mostrando que realmente vamos ser campeões. Foi alma, sangue e suor, eu sei que vamos ser campeões”, disse Isabelle Nogueira, cunhã-poranga do Garantido.



Israel Paulain, apresentador do Boi da Baixa do São José também mostrou-se confiante na vitória do título de 2019. “O Garantido conta as horas para ser campeão pela 32ª vez. Espetáculo lindo, emocionante, perfeito. Cantamos a liberdade, temos orgulho de ser Garantido, Patrimônio Cultural do Brasil” diz orgulho.

Endossando o coro de ‘É campeão!’ gritado pela galera ao fim da apresentação, o amo do boi Gaspar Medeiros avalia como positivo o saldo geral do Garantido em 2019 e diz ter certeza de que o título fica do lado perreché da ilha.

“O sentimento é de dever cumprido, graças a Deus tudo o que eu preparei pra arena eu consegui executar. Com certeza depois desse festival em 2019, vamos acordar campeões”, diz Gaspar.

Quem não escondia a emoção com o desempenho está noite foi o pajé Adriano Paketá. Fazendo sua estreia no Festival, ele diz que não consegue avaliar a emoção que sentiu ao sair pela última vez da arena este ano e que ficou satisfeito com o trabalho feito ao longo dos três dias.

“Emoção ninguém avalia, emoção é a galera que passa pra gente o resultado que a gente quer. Independente de nota eu tenho certeza que eu fiz o meu trabalho do jeito que eu tinha projetado junto com a direção de arte e a diretoria do Garantido”, crava Paketá.

*Colaborou Suelen Gonçalves

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.