Publicidade
Parintins
DOIS PRA LÁ, DOIS PARA CA!

Hits dos bois Caprichoso e Garantido vão embalar as galeras no Bumbódromo

A partir desta sexta-feira, às 21h30, os torcedores vão cantar a plenos pulmões seu amor pelos bois em paralelo com belas composições de um time de artistas consagrados das suas comissões e conselhos de arte 29/06/2018 às 19:13 - Atualizado em 29/06/2018 às 20:25
Show perreches
Xande de Pilares, Ivo Meirelles e Andrezinho da Mocidade viraram "perrechés" para toada do Garantido que é um destaques do vermelho e branco. Fotos: Márcio Silva
Paulo André Nunes Parintins (AM)

Rivais na Arena do Bumbódromo, os bois Caprichoso e Garantido também rivalizam com hits que estão empolgando as galeras das duas associações folclóricas. A partir desta sexta-feira, às 21h30, os torcedores vão cantar a plenos pulmões seu amor pelos bois em paralelo com belas composições de um time de artistas consagrados das suas comissões e conselhos de arte.

No Boi Caprichoso, atual campeão, o tema “Sabedoria Popular – Uma Revolução Ancestral”, que visa uma “revolução ancestral folclórica-operística no Bumbódromo”, aposta na possante e bela voz do levantador de toadas David Assayag em toadas que prometem dar certo na Arena assim como deram na boca do povo, caso de “Boi de Negro”, de Franke Azevedo / Moisés Colares / Raurison Nascimento / Ricardo Linhares, uma das sensações do Festival e que canta a ligação do povo afro-brasileiro com o bumba-meu-boi e o boi-bumbá. A composição tem um dos refrões mais cantados deste ano: “Yorubá, ijexá, é zabumba, boi-bumbá / Bumba meu boi / Sangue África na minha dança e na minha festa”.

“Traidor”, do compositor consagrado e membro do Conselho de Arte, Ronaldo Barbosa, é considerada estratégica pela diretoria e bastante comentada desde o ano passado. Ela mistura dramaturgia e teatral, repetindo os passos do ano passado, quando ele fez sucesso com “Presságios”.  “Já era um projeto bem antigo fazer esse tipo de toada, com mudanças no andamento rítmico. Foi uma sacada que demorou um pouco para entrosar música, coreografia e alegorias. Acredito que os resultados são satisfatórios”, disse o compositor.


O levantador de toadas do Boi Caprichoso,David Assayag, é o responsável por cantar as toadas do Azul e Branco / Foto: Márcio Silva

Em parceria com Simão Assayag, Ronaldo Barbosa assina ainda as toadas “Boto Romanceiro” e “Sissa: Uma História de Amor”. “Auto do Boi Brasileiro”, “Azul dessa Nação” e “Azulou” abrem o CD oficial.

Uma das mais dançantes da temporada é “É Dia de Boi”. “Lendária Boitatá” tem instrumental diferente, e que “casa bem” com o folclorismo que a festa traz. “Artesã: o Saber Ancestral” traz uma das mais belas letras da temporada do boi azul e branco homenageando uma das figuras mais populares da região amazônica e as mulheres: “E tece o fio, rendeira / Da cultura popular / Viva a mulher brasileira / Esteio da rede universal”.

Nesta sexta, dia 29, é o “Diamante Negro” que abre a noite de Festival e o Garantido encerra; sábado e domingo é o Boi da Baixa do São José que abre para o encerramento do Caprichoso. 

Garantido

A equipe de produtores é formada por Alder Oliveira e Enéas Dias, coordenadores musicais da Comissão de Artes do Garantido, e pelos músicos Valdenor Filho (o Pelado) e Paulinho Dú Sagrado. Os cantores Julieta Câmara, Roci Mendonça, Anderson Rivas e Valteir Almeida estão fazendo as vozes de fundo. “Nasci pra ser Vermelho”, “Auto da Resistência Cultural” e “Exército Vermelho” são pra cima e visando colocar a galera pra cantar na Arena do Bumbódromo.

“Perrechés do Brasil”, uma composição de Ivo Meirelles em parceria com Sandro Putnok e Vanderlei Alvino, é um dos maiores sucessos do CD oficial do Garantido neste ano. “A expectativa para este ano é a melhor dentre a de todos os anos que eu fui porque estou com uma música, uma música bem aceita. Eu estou bem esperançoso para assistir ao Festival e, justamente, o Garantido com a 'Perrechés do Brasil', que está na boca do povo”, disse Ivo.

Tadeu Garcia vem com “14ª Evolução”, mantendo a tradição do Garantido valorizar o momento de apresentação central da associação folclórica.

Um dos maiores compositores do Festival, o músico Paulinho Dú Sagrado emplacou três toadas fundamentais no CD oficial deste ano do Boi Garantido: “Consciência Negra”, “Estandarte da Baixa” e “Sonho de Kanipaye-Ro”. Todas são hits, com mais destaque para a primeira, que vai trazer a apresentação do levantador Sebastião Jr.   

“Eu na condição de compositor, torço para que o segmento artístico dos dois bois desenvolvam uma estética de reflexão na beleza da arte para o enrequecimento visual da nossa festa. Ganha o Festival aquele que melhor desenvolver o seu projeto na avaliação dos jurados. O grande barato disso tudo, é quando você consegue vencer o seu adversário no campo das ideias. Para mim, esse é o melhor resultado”, declarou o experiente compositor.

Via redes sociais, Dú Sagrado agradeceu ao presidente do boi, Fábio Cardoso, e a seu vice, Messias Albuquerque, “pela plenitude da lucidez que se fez compreender a importância da contribuição intelectual do compositor no processo para se construir o boi de arena”.

O ritual “Kuarup: a Festa dos Mortos” é bastante esperado, e tem Marlon Brandão, Moises Amazonas, Valdenor dos Santos e Vanilson Oliveira como compositores. “Prece Cabocla” não é hit pré-Festival, mas vai emocionar na voz de Márcia Siqueira, no que será um dos momentos especiais da disputa pelo lado do vermelho e branco. Prepare o coração para ouvir os versos “Bença pai/ Vou com Deus / Vou com Fé / Sou devoto da Virgem do Carmo e de Nazaré!”

Publicidade
Publicidade