Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
LENDA

Momento tribal do Caprichoso conta a história da serpente Dinahí

A história foi contada através da performance da Rainha do Folclore, Cleise Simas, que surgiu da alegoria criada pelo artista Juarez Lima



melhor_85BBD114-BA4B-4E14-91F2-32BD6C2EF4F2.JPG (Foto: Euzivaldo Queiroz)
01/07/2019 às 01:51

O momento tribal do Caprichoso ficou por conta da apresentação da lenda de Dinahí. Conta a história que a valente guerreira, em defesa do povo Manau, derrotou os índios da etnia Mura. Tal façanha despertou a inveja de seus irmãos que armaram uma emboscada.

Para se defender, ela matou os irmãos o que desagradou o velho tuxaua. Ela foi condenada a morte e seu corpo foi atirado no encontro das águas do Rio Negro e Solimões.

Transformada em serpente após ser presenteada com a coroa da encantaria, Dinahí emerge na arena transfigurada no espírito de consciência ambiental. A história foi contada através da performance da Rainha do Folclore, Cleise Simas, que surgiu da alegoria criada pelo artista Juarez Lima.

Nesta noite, o boi da Francesa tem como tema “O Brasil Que a Gente Quer Reinventar”, e faz uma análise sobre as mazelas sociais que vivemos como a violência e intolerância. Na busca pelo tricampeonato, o Touro Negro desenvolveu nos três dias o tema “Um Canto de Esperança para Mátria Brasilis”, que fala dos valores de um povo guerreiro que supera, a cada dia, as intempéries de tempos sombrios.  

 

Receba Novidades

* campo obrigatório
News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.