Publicidade
Parintins
EXPECTATIVA

'O que aconteceu ano passado, fica no passado', diz Prince sobre festival em 2018

O artista defende o item desde o ano passado, mas já passou pela Arena de 2007 a 2009, com vitória na categoria 28/06/2018 às 01:13 - Atualizado em 28/06/2018 às 10:10
Show acems0011
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
Alexandre Pequeno Parintins (AM)

Na cênica que compõe o Auto do Boi no Festival Folclórico de Parintins, o Amo do Boi é o dono da fazenda e tira os versos dentro dos fundamentos da noite. Com seu berrante inconfundível, Herland de Souza Pena, mais conhecido como Prince do Caprichoso defende o item na agremiação folclórica desde 2017, mas já "versou" outras vezes, de 2007 a 2009.

"A preparação começa em março, quando pegamos e estudamos o tema, ouvimos a proposta e começamos a moldar as coisas, junto com o nosso Conselho de Arte para que possamos fazer uma preparação dentro da cênica do espetáculo", conta Prince.

Durante a apresentação do Amo do Boi, alguns versos são entoados e o artista se empenha em não fugir do tema "Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral" e ainda sobra um tempo para brincar com o Amo do boi contrário.

"Muitos dos versos são improvisos, coisas que a gente vê e sente na hora. É uma junção de 50% de cada coisa. Ainda assim, muita coisa pode mudar em cima da hora, temos essa prerrogativa e essa facilidade para fazer isso", explica.

Em busca do bicampeonato, Prince destaca que cada festival é único e o sucesso da união de todos os componentes faz com que a agremiação seja vitoriosa. Mesmo com a vitória do boi azul no ano passado, é preciso batalhar para obter o mesmo êxito esse ano.

"O Caprichoso vem muito bem pra ser bicampeão mesmo. O que aconteceu no passado, fica no passado. No ano é uma nova era, um novo festival e vamos dar esse título de campeão pra essa galera que merece muito", finaliza.

Trajetória na música

Prince do Caprichoso faz sucesso há 20 anos interpretando toadas do Caprichoso. Ele é um dos artistas mais badalados da festa de aniversário da capital do Amazonas, o Boi Manaus, realizada no mês de outubro.

O cantor também se apresenta no carnaval de Manaus com ritmo de boi-bumbá, o Carnaboi, e dos ensaios do Caprichoso para o Festival de Parintins, o Bar do Boi.

Em shows, o artista levou a cultura de Parintins por diversos países, como Portugal, Suíça, Alemanha, Aruba, Venezuela, além de vários estados brasileiros.

Publicidade
Publicidade