Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
ESTRUTURA

Efetivo reforçado e reconhecimento facial na segurança de Parintins

Banco de imagens de foragidos da Justiça será usado na entrada do Bumbódromo durante os três dias de Festival; no total, 920 agentes estarão no município



ACE_EQ-0886_104D0E9F-0F74-4CF6-981C-B093C696CCD6.JPG (Foto: Euzivaldo Queiroz)
24/06/2019 às 19:15

Com aproximadamente 68 mil habitantes, a cidade de Parintins vive a expectativa de receber cerca de 70 mil turistas durante os dias 28, 29 e 30 de junho, quando acontece o 54º Festival Folclórico de Parintins. Com a Ilha Tupinambarana abrigando mais que o dobro de sua população durante a festa, o Secretário de Segurança Pública do Amazonas, Coronel Louismar Bonates, revelou detalhes sobre o esquema de segurança que ganhará reforços para garantir a segurança dos brincantes.

Ao todo, Parintins contará com um efetivo de 920 profissionais da área de segurança pública, entre policiais militares, civis, bombeiros e agentes do Detran-AM que atuarão em diferentes pontos da cidade. Além do efetivo, a ilha contará com aproximadamente 50 viaturas em circulação e 60 câmeras de seguranças espalhadas em lugares estratégicos. Uma apresentação pública do efetivo está prevista para acontecer nesta quarta (26), no Bumbódromo, às 16h.

“Nós já estamos fazendo esse trabalho desde semana passada. Estamos observando o policiamento, como se comporta e o que pode melhorar. Toda noite nós estamos indo para as ruas, estudando, até a questão de luminosidade, posicionamento de barracas, isolamento, o que a gente pretende é que não tenham ocorrências”, revela Bonates que ressalta ainda a presença de policiais velados na cidade.

Tecnologia

Embora não haja nenhuma ocorrência de homicídios em Parintins durante o festival há pelo menos quatro anos, de acordo com o secretário, os altos índices de furto ainda preocupam a alta cúpula de segurança do Estado. Uma das novidades para sanar o problema é a instalação de câmeras de reconhecimento facial nos arredores do Bumbódromo.

A tecnologia será testada pela primeira vez em Parintins e deverá ser implementada em breve na capital amazonense. Segundo Bonates, a ferramenta ajudará a identificar foragidos da Justiça com mandados de prisão em aberto. Para garantir ainda mais a segurança da população, serão utilizados bancos de imagens tanto de criminosos do Amazonas quanto dos demais estados da região Norte.

“Se pessoa possuir um mandado de prisão em aberto, estiver foragida, e passar por essa câmera, ela será identificada na hora e a polícia será acionada. Pedimos inclusive banco de dados de estados vizinhos aqui da região porque alguns foragidos podem se aproveitar da festa para vir pra cá cometer crimes e nós evitaremos isso”, salienta Bonates.

Receba Novidades

* campo obrigatório
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.