Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Venceram os canadenses

Após vitória, Alison e Bruno falam sobre a emoção da estreia nos Jogos Olímpicos do Rio

Brasileiros venceram a dupla canadense Josh Binstock e Sam Schachter por 2 sets a 0 (21 a 19/ 22 a 20) neste sábado (6)



ALISON_E_BRUN.jpg Alison e Bruno durante partida no "Coliseu" do vôlei de praia. Foto: Divulgação/ CBV
06/08/2016 às 12:29

Após a vitória sobre a dupla canadense Josh Binstock e Sam Schachter por 2 sets a 0 (21 a 19/ 22 a 20) neste sábado, dia 6, na Arena do Vôlei de Praia , os brasileiros Alison e Bruno Schimdt falaram sobre a felicidade de participar de uma Olimpíada em casa e principalmente do apoio que receberam da torcida brasileira durante a partida de estreia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

"Copacabana é praia do Brasil. Todo mundo se arrepiou quando a toricida começou a gritar Brasil. Entrar nessa arena foi realizar um sonho, foi incrível, eu acredito muito no meu País, sou muito patriota e espero que essa torcida continue ajudando a todos os atletas brasileiros. Realmente é uma Olimpíada diferente", disse Alison, que é o melhor bloqueador do mundo, eleito pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB).

Estreando em Jogos Olímpicos, Bruno Schimdt disse que ficou emocionado com a vibração da torcida no "Coliseu" do vôlei de praia e admitiu que em alguns momentos quase perdeu a contração tamanha felicidade. "Foi demais! Chegou um momento no segundo set que todo mundo começou a gritar "Brasil!", realmente as vezes a gente para um pouco de se concentrar no jogo e olha ao redor e é de arrepiar. Mas é um fator que a gente tem que se acostumar o mais rápido possível. Poder contar com a torcida é muito bom, mas as vezes, como eu falei, pode tirar a nossa concentração porque é tudo muito novo", disse Schimdt que também falou sobre a estreia do Brasil.

"Foi uma estreia que teve de tudo, teve vento atrapalhando, adversário jogando bem, o placar lá em cima isso puxa a nossa concentração. São coisas que só acontecem no jogo mesmo, é algo que não encontramos no treino. Isso é impontante também para o nosso crescimento durante a competição", completou.
 Alison e Bruno voltam a jogar no "coliseu" na segunda-feira, dia 8, às 14h30 (horário de Manaus) quando enfrentarão os austríacos Doppler e Horst, que na estreia perderam por 2 sets a 0 para os italianos Adrian Carambula e Alex Ranghieri.
 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.