Terça-feira, 18 de Junho de 2019
Ficou no quase

Basquete do Brasil volta a jogar mal e perde para a Croácia

Equipe brasileira errou muito na defesa e não voltou apresentar a regularidade da vitória obtida contra os espanhóis; duelo contra a Argentina pode ser decisivo



thumb.jpg Leandrinho foi o cestinha do Brasil contra a Croácia, mas não evitou segundo revés da seleção na Rio 2016 (Foto: Rio 2016)
11/08/2016 às 15:03

Brasil volta a ser irregular na defesa e perde para a Croácia nesta quinta-feira (11), na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, pelo Torneio Olímpico de basquete da Rio 2016. Com placar de 80 a 76 a favor dos croatas, a equipe dirigida pelo argentino Rúben Magnano conhece sua segunda derrota nessa Olimpíada. Próxima partida acontece no sábado (13) contra a Argentina e promete ser decisiva para os brasileiros.

Brasil e Croácia fizeram uma partida de basquete bastante pesada desde o início. Com Nenê, Huertas, Augusto, Marquinhos e Leandrinho em quadra, o técnico Rúben Magnano pretendia impor um ritmo forte logo nos primeiros minutos de jogo. E os brasileiros até começaram bem abrindo 5 pontos a 0, empolgando a torcida na Arena Carioca 1.

No entanto, os croatas - que estão de volta a uma Olimpíada após oito anos de ausência - não fizeram por menos e aceleraram o jogo também. No final do primeiro quatro os europeus venceram por dois pontos de diferença (19 a 17).

Com o pivô Nenê errando muito, a diferença para os gringos aumentou ainda mais ao final do segundo quarto (41 a 31). Nem mesmo o incentivo vindo dos torcedores que gritavam “Defesa, U! Defesa, U!” quando os croatas estavam no ataque foi o suficiente para a equipe brasileira reverter o placar.

Na volta do intervalo, o apoio das arquibancadas foi ainda maior e o time comandado por Magnano parece ter voltado mais ligado na defesa, esboçou uma reação - assim como contra a Lituânia - mas encerrou o terceiro quarto perdendo novamente para a Croácia. Desta vez com diferença de nove pontos (59 a 50).

Força da arquibancada e erros

No último quarto o Brasil partiu com tudo pra conseguir sua segunda vitória no Torneio Olímpico da Rio 2016. Com a experiência e a garra de Guilherme Giovannoni em quadra, a Arena Carioca 1 virou um verdadeiro caldeirão a favor do Brasil. O pivô do Brasília pediu e a torcida veio junto. Com as bolas de três pontos caindo a cada arremesso dos brasileiros, a diferença caiu para 3 pontos  (69 a 66) restando quatro minutos para o fim do jogo.

No entanto, os croatas parecem mesmo querer recuperar o prestígio perdido por ter ficado de fora das duas últimas Olimpíadas e pararam o Brasil. No final, a Croácia venceu pelo marcador de 80 a 76. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.