Publicidade
Rio 2016
Lá vem ele de novo!

Bolt enfrenta De Grasse nos 200 metros buscando recorde e sétimo ouro olímpico

De Grasse deve ser o único concorrente direto de Bolt na disputa da segunda medalha de ouro nos Jogos Rio 2016 18/08/2016 às 17:50 - Atualizado em 18/08/2016 às 17:50
Show bolt
Nas provas classificatórias, Bolt precisou acelerar o ritmo para manter a ponta e riu da 'ousadia' de De Grassi. (Foto: Divulgação Rio 2016)
Valter Cardoso Rio de Janeiro

Atual detentor de sete medalhas de ouro, Usain Bolt volta ao Engenhão nesta quinta-feira (18), às 21h30 (horário de Manaus) para marcar, mais uma vez, seu nome na história do atletismo. O jamaicano busca conquistar pela terceira vez o título nos 200 metros, que já conquistou em Pequim 2008 e Londres 2012. Além disso, o atleta já declarou que busca quebrar o recorde mundial da categoria, que pertence a ele mesmo.

"Eu realmente acho que posso quebrar o recorde mundial, eu definitivamente sinto isso. Eu preciso correr de maneira eficiente, fazendo a corrida perfeita", explicou o Usain Bolt

Cada vez mais lendário no esporte, Bolt pode se tornar o primeiro atleta a vencer sete vezes consecutivas na mesma prova. Desde 2008, ele ganhou tudo: foram quatro Mundiais e duas Olimpíadas. Depois de ser o único bicampeão olímpico, ele pode se tornar tri, o mesmo feito que já conseguiu nos 100 metros, no último domingo (14). Mas toda essa pressão não parece pesar nos ombros do campeão.

"Eu estou feliz, sabe? Estou confiante, mas eu estou focado em fazer tudo certo", finalizou ele.

Dois dos principais rivais de Usain Bolt caíram já nas semifinais, o compatriota Johan Blake e o norte americano Justin Gatlin. Portanto o único que pode ameaçar Bolt é o canadense André de Grasse, que foi medalha de bronze na prova dos 100 metros. Os dois protagonizaram uma das principais cenas desta edição dos Jogos Olímpicos ao cruzarem a linha de chegada da prova classificatória rindo um para o outro, após o canadense acelarar o ritmo na reta final, que não é comum antes da final.

"Eu estava pensando se eu tentava ultrapassá-lo ou se deixava para a final, mas eu realmente quis forçar um pouco mais. Eu não esperava correr tão rápido", explicou De Grasse.

Bolt também confessou ter se surpreendido com a 'ousadia' do jovem oponenente, mas parece ter gostado do desafio. "Eu não sei o que ele estava tentando fazer, mas ele é jovem, é bom, tem muito talento, então estou ansioso pela competição na final", revelou Usain Bolt.

Por falar em desafio, Andre de Grassi não se incomoda do favorito focar na disputa pelo recorde mudial, mas avisa: "Se ele tentar quebrar o recorde, eu vou tentar com ele".

Publicidade
Publicidade