Terça-feira, 25 de Junho de 2019
Ouro belga

Em prova marcada por quedas, belga leva ouro no ciclismo de estrada

Greg Van Avermaet contou com falhas dos principais rivais para conquistar sua primeira medalha.



Y5bjZ6Eb.jpg Esta é a segunda Olimpíada do belga que ficou com a 92ª posição em 2012. (Foto: Getty Images)
06/08/2016 às 16:10

237 quilômetros e 500 metros de cenários exuberante, proximidade com o público e um percurso duríssimo. Depois disso, um passo no degrau, para subir ao ponto mais alto do pódio para Greg Van Avermaet receber a medalha de ouro do ciclismo de estrada. O próprio belga admitiu que não figurava entre os favoritos. "Eu tinha 5% de chances, eu estava no meu limite. Também tive sorte", brincou ele.

Para se ter uma ideia da dureza da prova, os 144 atletas entraram na pista às 08h30 (Horário Manaus) e só o vencedor só chegou às 14h40. Foram mais de 6 horas de pedaladas.

Sobre a proximidade do povo brasileiro, Van Avermaet explicou que foi possível para sentir a vibração dentro da pista. “As pessoas são bem gentis com você, a atmosfera era muito boa. Alguns caras correram com a gente, isso dá um sentimento especial”, finalizou ele.

Apesar disso, os brasileiros não foram bem na prova, Murilo Fisher terminou com a 64ª colocação e Kleber Ramos não completou o percurso.

A prova

No percurso, o russo Pavel Kochetkov e o polonês Michal Kwiatkowski passaram mais de 200 km se revezando na liderança dando a impressão de a prova seria dominada por eles, tanto que abriram até 7 minutos de vantagem dos demais concorrentes. Apesar disso, o pelotão de perseguição dos outros ciclistas se aproximaram no trecho final e proporcionaram grandes emoções.

Os últimos 50 km da prova foram tão duros que diversos atletas sofreram com quedas. Um dos favoritos, o australiano Richie Port foi um dos que sofreu com o percurso e caiu no trecho conhecido como Carrasqueira. Nos últimos 10 km, dois favoritos que brigavam pela frente da prova também falharam em uma ladeira. Sergio Henao, da Colômbia, e o italiano Vincenzo Nibali caíram e deixaram Rafal Majka aparentemente livre para conquistar a medalha para a Polônia, mas em uma arrancada impressionante, Greg Van Avermaet garantiu o ouro nos últimos metros da prova.

Jakob Fuglsang, da Dinamarca, ficou com a medalha de prata e a Polônia, de Majka, ficou com o bronze.

No domingo (07) a prova de ciclismo de estrada vai ser realizada pelas mulheres, a partir de 11h15 (Horário Manaus), a brasileira Flávia Oliveira é uma das favoritas ao pódio.

 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.